Web Statistics
Joesley Batista zomba da população brasileira:”Descobri que eu era um criminoso” | Gazeta de Rondônia
quinta-feira ,23 novembro 2017
Página Inicial / Últimas / Joesley Batista zomba da população brasileira:”Descobri que eu era um criminoso”

Joesley Batista zomba da população brasileira:”Descobri que eu era um criminoso”

 

Dono da JBS diz que desconfia que o governo Temer operava para impedir sua delação e relata como se deu conta de que levava uma vida de crimes.

Conforme a música – Joesley Batista: “Decidi delatar porque vi que as regras do jogo tinham mudado” (Marivaldo Oliveira/Código19/Agência o Globo).

 

Joesley Batista ainda não tem coragem de sair de casa. Quatro meses depois de ter acusado 1 829 candidatos eleitos (incluindo um presidente e uma ex-presidente da República) de receber propina de sua empresa, a JBS, ele diz não estar pronto para fazer o “teste da rua”.

Acha que, hoje, sua imagem é a de alguém que cometeu uma série de crimes e não foi punido. O empresário diz esperar que suas informações ajudem a desmontar novos esquemas de corrupção.

“Na hora em que os nossos anexos começarem a revelar outras organizações criminosas, aí talvez a sociedade vá olhar e dizer: ‘Pô, o Joesley teve a imunidade, mas olha como ele ajudou a desbaratar a corrupção’.”

Joesley falou a VEJA em seu escritório da JBS, em São Paulo. Na entrevista, ele relata como se deu conta de que levava uma vida de crimes e diz que desconfia que o governo de Michel Temer operava para impedir sua delação.

“Esse Temer que você vê na televisão é falso. O Temer verdadeiro é o que eu gravei. Aquele Temer que fala sem cerimônia”, afirma.

Segundo o empresário, o presidente “sempre foi muito direto, ele pedia dinheiro mesmo.”

Quatro meses depois de assinar um acordo de delação em que o senhor e executivos da sua empresa denunciaram 1 829 candidatos eleitos de 28 partidos, incluindo o presidente da República, o que mudou na sua vida?Ninguém sai de um processo desses como entrou.

Esse negócio de virar colaborador da Justiça é muito novo para todo mundo. Um delator não “faz” uma delação simplesmente, ele vira uma chave. Muda sua forma de pensar, de agir. Aqueles amigos que você tinha já não servem mais. Se você mudou realmente, você muda de grupo e passa a enxergar as coisas sob outro ângulo.

FONTE: Por Thaís Oyama – VEJA

 

REPÓRTER CIDADÃO

REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonia.com.br ou pelo Whatsapp da redação: (69) 98402 – 1636.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e whatsapp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Apenas Confúcio e mais 6 governadores estão denunciados criminalmente no país

LISTA NEGRA O Nexo Jornal fez um levantamento que mostra que 7 dos 27 governadores …

2 Comentários »

  1. Maurício Marcondes

    ESSE jOESLEY SAFADÃO DE BOBO ELE SÓ TEM A CARA E O JEITO DE ANDAR…

  2. Prezados Senhores,

    Fui obrigado a abandonar um sonho: O de ser um bacharéu em Direito,Estudava no período noturno cursando já o Sexto Período do referido Curso.Ao indagar a uma aluna do 5o. período, disciplina que também, pagava junto a uma Turma, o por que era sempre rejeitado em participar de trabalhos em grupo,tive na cara a seguinte resposta:Caro colega, VC ja está velho demais pra ser aceito como membro de grupo de trabalho escolar;nessa Turma Vc não tem lugar.Fato o corrido no começo do ano em Curso.Eu tinha na época 57 anos. Hoje tenho 58.Nem cheguei aos Sessenta,imagina quando eu chegar lá?Comuniquei o fato ao Professor Amaro,o mesmo, ignorou meu pedido de providencia.Fui com a Coordenadora do meu Curso,a mesma também ao menos se importou com tal incidente constrangedor.Hoje me sinto envergonhado e entrei em depressão, tendo inclusive optado por minha aposentadoria.Meu no me segue abaixo,minha matricula de veterano é 46589.Sou Servidor Público federal, HÁ 44 ANOS.HOJE SOU DO QUADRO EFETIVO da FUNAI Lotado na Coord.Téc.Local/PVH,Órgão vinculado ao Ministério da Justiça.
    Ressalto ainda o fato de que EM TODA MINHA VIDA PÚBLICA OU PESSOAL, nunca COMO FUI tão discriminado e constrangido, como fui naquela IES/FARO/RO.
    Gostaria que VOSSAS SENHORIAS,COMO PORTA VOZ DO POVO, desse ESPECIAL atenção ao meu caso, pois fatos de perseguições e discriminações Por motivos diversos se tornaram comum na FARO/Porto Velho-RO.

    ATT<

    Francisco C. Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *