quinta-feira ,24 setembro 2020
Página Inicial / Brasil / Chefe da operação Lei Seca é preso por fraudar teste do bafômetro de policial rodoviário federal

Chefe da operação Lei Seca é preso por fraudar teste do bafômetro de policial rodoviário federal

Painel Político – Notícias no Whatsapp sobre política, economia, artigos, jurídico, cultura e viagens.

Ao completar 9 anos, Lei Seca não impede que motoristas dirijam alcoolizados

O chefe da fiscalização de uma blitz do Detran em Vilhena, F.F.B., de 33 anos, foi preso na madrugada deste sábado (20) após fraudar o teste do bafômetro (etilômetro) de um motorista que foi abordado pela Polícia Militar e se identificou como policial rodoviária federal. A operação estava montada na Avenida Marques Henrique, no Centro do município.

Segundo a polícia, o condutor do carro seguia pela via e ao perceber que seria abordado na blitz, estacionou em frente a um restaurante. O policial pediu para que ele seguisse e passasse pelas baias da fiscalização, quando o motorista informou ser agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF). No entanto, o policial militar teria informado que todos, sem exceção, teriam que realizar o teste do etilômetro e o acompanhou até a mesa do chefe da operação.

No momento em que um agente do Detran pediu para que o motorista fizesse o teste o bafômetro, ele informou ao chefe da fiscalização que era policial rodoviário e pediu para ser liberado. O chefe da operação teria então se levantando e começado a conversar discretamente com o motorista, lhe ofertando balas e água. Após cerca de 10 minutos, o próprio F.F.B. realizou o teste etílico no suposto policial, fato que levantou a suspeita dos militares, pois em nenhum momento ele teria se proposto a realizar o mesmo teste nos outros abordados.

Ainda segundo a polícia, durante a realização do teste, os militares observaram quando o agente da PRF colocou a boquilha do aparelho na lateral da bochecha e assoprou o ar de lado, não o realizando adequadamente, momento também, em que foi constatado que o dedo do chefe da fiscalização apertava o botão do aparelho que realiza o teste manual, constando, porém, o resultado de 0,0 mg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.

Diante dos fatos, o soldado que realizou a abordagem do policial rodoviário federal e presenciou toda a cena, se dirigiu até o sargento da PM e relatou o ocorrido, tendo sua versão confirmada por mais uma militar.

Já em posse das informações e após se assegurar legalmente junto ao delegado de plantão e ao 3° Comando da PM, o sargento se dirigiu até F.F.B. e lhe deu voz de prisão pelo crime de prevaricação. Ele foi conduzido, juntamente com os dois aparelhos de etilômetro usados na operação, até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) para o registro do flagrante.

Já na delegacia foi impressa a guia de controle dos aparelhos, onde foi comprovado através do número de registro da ficha do PRF, que em seu teste constava 0,0 para o tempo de sopro assim como também para o volume de ar, ou seja, comprovando que o teste do bafômetro não foi realizado.

Chefe da operação Lei Seca é preso por fraudar teste do bafômetro de policial rodoviário federal



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Chefe da operação Lei Seca é preso por fraudar teste do bafômetro de policial rodoviário federal
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *