Web Statistics
Mulher é detida por denunciar descaso na saúde e marido acaba morrendo em MT; vídeo | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Brasil / Mulher é detida por denunciar descaso na saúde e marido acaba morrendo em MT; vídeo

Mulher é detida por denunciar descaso na saúde e marido acaba morrendo em MT; vídeo

Painel Político – Notícias no Whatsapp sobre política, economia, artigos, jurídico, cultura e viagens.

Em nota, a prefeitura afirmou que Keila se exaltou com alguns funcionários do hospital e, por isso, a polícia foi acionada. O órgão afirma ainda que o paciente recebeu os devidos cuidados e foi submetido a uma cirurgia.

O marido de Keila foi internado com um corte na perna direita, no domingo (21), após um acidente de moto.

O irmão de João, Cleiton Pereira da Silva, que estava no hospital diz que o paciente foi desviar de uma poça de água quando se chocou com uma carreta. No acidente, ele cortou a perna direita em metais do veículo.

Segundo os familiares de João, os profissionais de saúde do hospital costuraram o corte sem realizar nenhum exame.

“Depois disso ele ficou bem. Passei uma noite com ele no hospital, conversamos e ele estava contente, fazendo brincadeiras. Depois de um tempo é que ele começou a sentir dor na perna”, contou o irmão da vítima.

No dia 23, segundo Cleiton, a situação do irmão piorou e João começou a ter desmaios causados pela dor intensa.

“A mulher dele vendo essa situação, assistindo o marido agonizando foi pedir socorro na enfermaria. Lá fizeram pouco caso dela. Eles a xingaram de drogada, doída e chamaram a polícia. Ela foi levada do hospital algemada”, afirmou Cleiton.

João Pereira da Silva, de 26 anos, sofreu um acidente de moto e foi internado (Foto: Cleiton Pereira/Arquivo Pessoal)

Após a prisão da mulher, João começou a passar mal e foi levado para a sala de cirurgia. No local, segundo o irmão do paciente, os médicos abriram o abdômen a procura do problema.

“Não estou acreditando ainda. A negligência médica aqui no município é muito grande. As pessoas que estavam esperando por cirurgia no mesmo dia assinaram uma ficha de desistência por causa do que aconteceu”, contou Cleiton.

Keila postou uma montagem com fotos do marido

O caso é investigado pela Polícia Civil. Keila deve prestar depoimento nesta segunda-feira (29).

Ainda segundo a prefeitura, um procedimento administrativo interno foi aberto para apurar todos os fatos e avaliar o atendimento dos servidores da unidade hospitalar.

As informações são do 24horasnews

Mulher é detida por denunciar descaso na saúde e marido acaba morrendo em MT; vídeo



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Mulher é detida por denunciar descaso na saúde e marido acaba morrendo em MT; vídeo
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *