Web Statistics
MST ocupa fábrica da Nestlé em MG contra privatização da água | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / MST ocupa fábrica da Nestlé em MG contra privatização da água

MST ocupa fábrica da Nestlé em MG contra privatização da água

A ação denuncia a entrega das águas às corporações internacionais, conduzida a passos largos pelo governo de Michel Temer, afirmou o MST

Brasília – Aproximadamente, 600 mulheres do Movimento dos Trabalhadores Sem terra (MST) ocuparam uma fábrica de água mineral da Nestlé em São Lourenço, Minas Gerais, nesta terça-feira em protesto contra a privatização da água, o que, segundo o grupo, é negociado no 8º Fórum Mundial da Água que acontece em Brasília.

De acordo com o comunicado divulgado pelo MST, o objetivo da ação é fazer um alerta sobre as “negociatas que ocorrem neste momento no Fórum Mundial das Águas, em Brasília”. O grupo entrou no local às 6h. Conforme o texto, elas denunciam a “entrega das águas às corporações internacionais, conduzida a passos largos pelo governo golpista de Michel Temer”.

Em declarações à Agência Efe, Maria Gomes de Oliveira, da direção de MST, disse que o Fórum “promove mesas de negociações com presidentes de corporações, como Nestlé e Coca Cola”, que se disfarçam de “marketing sustentável” para enganar às pessoas.

“A Nestlé se estabeleceu aqui há décadas e por décadas faz a exploração predatória e inclusive irregular. A água é um bem comum da humanidade, defendê-la é questão de soberania”, disse ela.

Maria afirmou ser “muita petulância fazer um fórum internacional para comercializar nossas reservas de água”.

De acordo com o comunicado do movimento, em janeiro de 2018 Temer e o presidente de Nestlé, Paul Bulcke, se reuniram para discutir a exploração do Aquífero Guarani, uma reserva que abrange quatro países (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai).

“A empresa, que controla 10,5% do mercado mundial de água, está instalada na cidade mineira desde 1994, quando comprou as fontes e o Parque das Águas de São Lourenço. Desde 1997, a população local denuncia a exploração das águas minerais que, antes de serem privatizadas, eram amplamente utilizadas para tratamentos medicinais. Além da redução da vazão, nota-se a mudança no sabor da água, ou seja, a exploração está fazendo com que ela perca seus sais minerais”, informou o grupo no texto.

Fonte: exame

O post MST ocupa fábrica da Nestlé em MG contra privatização da água apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:MST ocupa fábrica da Nestlé em MG contra privatização da água
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *