Web Statistics
Maurão defende agilidade em aposentadorias como saída para o fim de greve da educação | Gazeta de Rondônia
quinta-feira ,13 dezembro 2018
Página Inicial / Brasil / Maurão defende agilidade em aposentadorias como saída para o fim de greve da educação

Maurão defende agilidade em aposentadorias como saída para o fim de greve da educação

Deputado disse que aposentando os aptos, Governo economizaria e poderia atender categoria

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB), concedeu entrevista nesta sexta-feira (23), no programa Bom Dia Clube, na rádio Clube em Cacoal, conduzido pelo jornalista Lucio Lacerda, onde falou do seu trabalho a frente do Legislativo Estadual e sobre a greve dos servidores da educação, que ele tem acompanhado desde o início e buscado um entendimento com o Governo.

O deputado participou de reuniões com representantes do Executivo e sindicalistas, inclusive da audiência de conciliação no Tribunal de Justiça, onde apresentou a proposta de o Governo fazer um levantamento dos processos dos servidores aptos à aposentadoria, com alguns esperando anos para a efetivação do benefício.

“Essa é uma saída: aposentar os servidores que estão aptos. Com isso,teríamos uma folga de caixa, que permitiria ao Governo atender ao que pede a categoria, que basicamente é o cumprimento de partes do Plano Estadual de Educação (PEE) e do piso nacional dos professores”, destacou.

O parlamentar defendeu, mais uma vez, que o Executivo fizesse um levantamento prévio do número de processos iniciados, mas inconclusos, para que fosse possível mensurar o quanto isso representaria em economia. “São cerca de mil processos prontos, que precisam ser efetivados. Continuamos acompanhando e buscando dialogar e contribuir para o entendimento”, acrescentou.

Na entrevista, Lacerda quis saber detalhes da lei de autoria de Maurão, que passou a obrigar os hospitais a notificarem a polícia, em casos suspeitos de violência contra a mulher. “Muitas mulheres, vítimas de violência, chegavam machucadas aos hospitais e diziam que haviam sofrido acidentes. Agora, em casos suspeitos de violência, os médicos devem acionar a polícia para averiguar o que de fato ocorreu”, explicou.

Maurão também foi questionado pela lei que garante amparo às vítimas de violência, que precisa ainda ser regulamentada. “A lei foi aprovada, mas é preciso que o Governo a regulamente, estabelecendo inclusive os valores de benefício, para cada caso”, detalhou.

 

* Divulgação de Atividade Parlamentar

O post Maurão defende agilidade em aposentadorias como saída para o fim de greve da educação apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Maurão defende agilidade em aposentadorias como saída para o fim de greve da educação
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *