Web Statistics
Ele matou 492 pessoas no Brasil e ainda está foragido; sua vida agora, virou filme, “O Nome da Morte” | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Brasil / Ele matou 492 pessoas no Brasil e ainda está foragido; sua vida agora, virou filme, “O Nome da Morte”

Ele matou 492 pessoas no Brasil e ainda está foragido; sua vida agora, virou filme, “O Nome da Morte”

Na vida real, o assassino está solto e escondido em uma cidade do interior do Brasil

Baseado na história real de um pistoleiro que matou quase 500 pessoas, o filme “O Nome da Morte” ganhou o seu primeiro trailer, divulgado nesta terça-­feira (10). O filme, que tem previsão de estreia para 9 de agosto, conta a história de Júlio Santana (Marco Pigossi), um jovem que vive com a família no interior do Brasil.

Por lealdade ao seu tio Cícero (André Mattos), Júlio mata pela primeira vez. Descobre então uma perturbadora vocação, que irá se transformar em ofício.

Religioso, Júlio é atormentado por sua consciência a cada disparo, mas segue adiante, tornando-se um matador de aluguel que afirma ter assassinado 492 pessoas. Na vida real, o assassino está solto e escondido em uma cidade do interior do Brasil. Ele só foi preso uma vez e escapou após subornar um policial.

Cartaz de “O Nome da Morte”

No longa-metragem, dirigido por Henrique Goldman (de “Jean Charles”), Julio é retratado como um homem carinhoso. Ele se casa com Maria (Fabiula Nascimento) e demonstra ser um bom pai de família, enquanto vive um mergulho num país sem lei, onde cada vida tem seu preço. O filme foi baseado no livro homônimo de 2006, escrito pelo jornalista Klester Cavalcanti.

As filmagens ocorreram em 2016, no Tocantins. Pigossi afirmou que a ideia era fugir do estereótipo do matador. “O Julio Santana foge de tudo o que já fiz. Queremos mostrar o lado humano do matador”, afirmou. Já o diretor disse que o desafio foi falar de algo hediondo de maneira natural. “Vivemos em uma sociedade onde impera a impunidade. Em outro contexto, talvez nunca existisse um Julio Santana”, apontou.

As informações são do UOL

O post Ele matou 492 pessoas no Brasil e ainda está foragido; sua vida agora, virou filme, “O Nome da Morte” apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Ele matou 492 pessoas no Brasil e ainda está foragido; sua vida agora, virou filme, “O Nome da Morte”
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Delúbio Soares se entrega à Polícia Federal em São Paulo

Sérgio Moro autorizou que o petista comece a cumprir em Brasília sua pena de 6 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *