Web Statistics
Canadense desaparece em Brasília após retiro espiritual em GO; família busca pistas | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Brasil / Canadense desaparece em Brasília após retiro espiritual em GO; família busca pistas

Canadense desaparece em Brasília após retiro espiritual em GO; família busca pistas

Paul Manhas adiantou passagem de volta ao Canadá, mas não embarcou. Família fala em ‘instabilidade emocional’, e diz que ele foi detido no sábado

Um canadense de 42 anos desapareceu em Brasília, no último fim de semana, após retornar de um retiro espiritual no interior de Goiás. Segundo familiares, Paul Manhas passa por um período de “instabilidade mental” – que pode ter piorado desde a chegada ao Brasil.

Até a noite desta terça-feira (17), a família tinha poucas informações confirmadas sobre a estadia de Paul em Brasília. Segundo a irmã, Angela, ele chegou ao Brasil no dia 4 de abril para passar um mês na Casa de Dom Ignácio – entidade em Abadiânia (GO) ligada ao médium João de Deus.

Ao G1, a instituição informou que não há registro de entrada do canadense, mas que a Casa de Dom Ignácio se dispôs a ajudar na busca. Fotos de Paul foram ampliadas e impressas para tentar buscar pistas caso ele tenha passado pela região.

“Ele estava ficando desorientado e frágil, e adiantou a passagem para retornar a Toronto no dia 12. O voo deveria ter feito conexão no Panamá. Ele não estava no avião quando fomos buscá-lo, na noite do dia 13, e a companhia não registrava o nome dele como passageiro”, diz um relato da família.

No texto, consta que Paul mandou as últimas mensagens de celular do aeroporto. Ele disse que estava sendo escoltado por seguranças e, depois, que estava no estacionamento do terminal.

“Nesse ponto, as mensagens ficam incoerentes e confusas, então não temos certeza se ele foi expulso, se entrou no avião ou não. Ele estava sozinho, apesar dos nossos esforços para evitar que isso acontecesse.”

Pela internet, a família divulgou pôsteres – em inglês e português – com as principais informações de Paul Manhas. Segundo o informe, ele tem 1,65 m de altura, “porte magro” e traços indianos.

“Paul não fala português, não tem conhecidos no Brasil, e sua família no Canadá não consegue entrar em contato com ele”, diz a versão brasileira do pôster. O texto informa que ele “tem problemas psiquiátricos e deve ser aproximado de forma gentil”.

O comunicado inclui uma foto tirada no Brasil, logo após o desembarque. A mala azul que aparece na imagem é um dos objetos que podem ajudar na identificação de Paul.

Informações sobre o paradeiro de Paul – ou o trajeto dele nas andanças por Brasília – podem ser passadas diretamente à família pelo email findpaul2018@gmail.com, ou à Polícia Civil do DF pelo 197.

Pôster em português com informações sobre o canadense desaparecido em Brasília (Foto: Arquivo pessoal/Reprodução)

Família pede ajuda
O G1 conversou nesta terça com a irmã de Paul, Angela. Ela mora em Vancouver, a 4 mil km de distância da casa de Paul, em Toronto. No momento da conversa, ela fazia buscas no Google Maps para identificar possíveis “esconderijos” do irmão – parques ou igrejas, principalmente.

“Ele deve estar de roupas brancas, foi o que ele levou. Tinha um celular, mas perdeu contato com toda a família no dia 12. Não sabemos se a polícia pegou, se foi roubado”, diz Angela.

“Ele é uma pessoa muito gentil. O estado mental piorou desde que ele chegou ao Brasil. Pode parecer bem confuso, com algum delírio, com medo de pessoas ou paranóico.”

A referência à polícia não é gratuita. Segundo informações obtidas pela família até o momento, depois de sumir no aeroporto, Paul se hospedou em um hotel nos dias 12 e 13. No sábado (14), ele teria sido detido em Santa Maria – região do DF a 25 km de distância do Aeroporto JK –, por estar vagando pelas ruas e aparentando estar bêbado.

A família “descobriu” que ele foi solto mas, a partir daí, não tem informações mais recentes. Em contato com a 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), o G1 ouviu que ele passou pelo local no sábado, mas “não houve registro de ocorrência”.

A Divisão de Comunicação da Polícia Civil afirmou que ele foi levado à delegacia por volta das 22h de sábado por policiais militares. “Na circunscricional, o estrangeiro informou que estava hospedado em uma pousada em Abadiânia, que veio para Brasília a passeio e que seus pertences estavam na pousada. Ele trazia consigo o passaporte e uma pochete”.

“Em consulta ao sistema, não foi localizada nenhuma ocorrência envolvendo o canadense e ele também não narrou que teria sido vítima de algum crime. Os policiais da delegacia tentaram contato com a Embaixada do Canadá, mas não conseguiram. Diante da situação, pediram para que ele permanecesse na DP até o dia seguinte para que fosse tentado novo contato com a embaixada.”

Segundo a corporação, ele saiu da delegacia às 2h de domingo (15), quando decidiu ir embora. Os policiais disseram que ele aparentava tranquilidade e, por isso, “não havia motivos para impedi-lo ou de restringir sua liberdade”.

Instabilidade
As informações coincidem com as obtidas por Angela, que indicaram que ele teria sido solto às 2h de domingo, sem qualquer encaminhamento. A irmã defende que a aparente embriaguez de Paul é decorrente da instabilidade mental, não do álcool.

“O Consulado do Canadá diz que eles deveriam ter sido informados da prisão. A polícia diz que tentou ligar, mas eu não acredito, porque tem um número de emergência. Sempre tem alguém lá [no consulado].”

Em razão da proximidade, a família acredita que Paul pode ter se refugiado em alguma área de mata próxima a Santa Maria – o Núcleo Rural Alagado, por exemplo. A irmã disse que tenta monitorar presídios e hospitais do DF em busca de possíveis atualizações.

Fonte: g1

O post Canadense desaparece em Brasília após retiro espiritual em GO; família busca pistas apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Canadense desaparece em Brasília após retiro espiritual em GO; família busca pistas
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *