Web Statistics
Mulher que traficou cocaína para ficar famosa no Instagram é condenada | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Mulher que traficou cocaína para ficar famosa no Instagram é condenada

Mulher que traficou cocaína para ficar famosa no Instagram é condenada

Nesta semana, Melina foi sentenciada a oito anos de prisão

Em 2016, a canadense Melina Roberge, de 24 anos, foi presa ao desembarcar no porto de Sydney portando 29 quilos de cocaína. Com ela, também foram presos os compatriotas Isabelle Lagace, de 30 anos, que trabalhava como atriz pornô, e Andre Tamine, de 67 anos.

Nesta semana, Melina foi sentenciada a oito anos de prisão. Isabelle, que fez acordo com a promotoria, teve a pena abrandada: 7 anos e meio. O terceiro membro do grupo ainda será sentenciado.

Melina (à esquerda) e Isabelle
Melina (à esquerda) e Isabelle Foto: Reprodução/Instagram

Chamou muita atenção do juíza que cuidou do caso o fato de Melina ter topado participar do tráfico com o objetivo de ficar famosa no Instagram mostrando uma rotina glamourosa a bordo de um transatlântico de luxo MS Sea Princess.

A dupla (Melina à esquerda) em uma parada paradisíaca da viagem
A dupla (Melina à esquerda) em uma parada paradisíaca da viagem Foto: Reprodução/Instagram

“Ela foi seduzida pelo estilo de vida e pela oportunidade de postar fotos glamourosas no Instagram, de várias partes do mundo”, afirmou a juíza Kate Traill ao proferir a sentença. “Isso destaca a influência negativa que a mídia social tem sobre mulheres jovens”, acrescentou a magistrada de Nova Gales do Sul.

De acordo com o acertado com o recrutador, Melina receberia US$ 100 mil dos US$ 21 milhões do negócio. Mas o que mais animava a garota de programa eram as fotos que ela fazia nas paradas do cruzeiro: Bermuda, Colômbia, Panamá, Equador, Peru, Chile e Taiti.

Cocaína descoberta com trio canadense
Cocaína descoberta com trio canadense Foto: AP

O plano estava “dando certo”. Em uma suíte da primeira classe, ao custo de US$ 20 mil, Melina curtia os luxos do MS Sea Princess. Ela havia recebido 4 mil euros para gastar durante a viagem. No Instagram, ela documentava a boa vida e sua passagem pelas escalas do cruzeiro de seis semanas.

Melina a bordo do MS Sea Princess
Melina a bordo do MS Sea Princess Foto: Reprodução/Instagram

Até que a droga, que teria entrado no transatlântico durante a escala no Peru, foi descoberta e a vida artificial de Melina no Instagram naufragou.

O plano de Melina era postar fotos em locais paradisíacos e ficar famosa no Instagram
O plano de Melina era postar fotos em locais paradisíacos e ficar famosa no Instagram Foto: Reprodução/Instagram

O post Mulher que traficou cocaína para ficar famosa no Instagram é condenada apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Mulher que traficou cocaína para ficar famosa no Instagram é condenada
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Anvisa dá passo rumo à regulamentação da maconha

O assunto ganhou força em novembro de 2017 e, agora, pesquisadores pretendem pressionar com um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *