Web Statistics
Como é o Chat, serviço de mensagens do Google que substituirá o SMS nos celulares Android | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Como é o Chat, serviço de mensagens do Google que substituirá o SMS nos celulares Android

Como é o Chat, serviço de mensagens do Google que substituirá o SMS nos celulares Android

Da mesma forma que a Apple fez com o iMessage nos celulares iPhone, ele estará integrado nos Android. As mensagens não serão, contudo, criptografadas – recurso disponível no serviço da Apple

O Google acaba de lançar um novo serviço desenvolvido para substituir as mensagens de SMS nos telefones com o sistema operacional Android.

Batizado de Chat, ele permitirá não apenas o envio de textos, mas também vídeos, e contará com indicativos de confirmação de leitura – que não estão disponíveis no SMS (sigla para “short message service”, ou serviço de mensagens curtas, em tradução literal).

Da mesma forma que a Apple fez com o iMessage nos celulares iPhone, ele estará integrado nos Android. As mensagens não serão, contudo, criptografadas – recurso disponível no serviço da Apple.

O fornecimento do serviço dependerá das operadoras de celular.

O SMS começou a ser implementado em larga escala na década de 1990 e permite que os celulares troquem mensagens de texto de até 160 caracteres.

Já os aplicativos de mensagens mais modernos oferecem funções bem mais avançadas. Permitem a troca de mensagens via internet, por exemplo, em lugar de usar unicamente a rede móvel, como no caso dos SMS.

Antes do Chat, o Google tentou várias vezes lançar sua própria plataforma de mensagens, mas falhou na hora de atrair a atenção do grande público. A última delas, a Allo, está sendo “pausada”, segundo anunciou a empresa na última quinta-feira.

Os rivais

O desenvolvimento de outro aplicativo de mensagens do Google, o Allo, foi ‘pausado’. (Google)

Além da Apple, o Google tem outros rivais em plataformas de mensagens, como o Facebook Messenger e o WhatsApp, que oferecem, além do envio de mensagens e da realização de chamadas multimídia, indicadores de quando o interlocutor está escrevendo.

Desta vez, em vez de apostar no lançamento de outro aplicativo de mensagens, o Google tem trabalhado em uma plataforma integrada no Android.

Os operadores de celular, os fabricantes de telefones e os desenvolvedores de aplicativos poderão usar a nova tecnologia para criar sistemas de mensagens compatíveis com ela.

O Chat usa um padrão de comunicação chamado RCS (Rich Communications Services, serviços de comunicação enriquecidos, em tradução livre), que vem substituindo o SMS e permite que as trocas de mensagens ganhem mais recursos, como áudios, imagens e vídeos.

A GSMA, associação que reúne centenas de operadoras de telefonia móvel e nasceu em meados dos anos 1990, durante a implementação da tecnologia GMS (que antecedeu a conexão 3G e 4G), passou anos trabalhando na renovação dos SMS e na implementação do RCS.

Sob essa perspectiva, Anil Sabharwal, diretor de produtos no Google, afirmou, em entrevista para o site de notícias de tecnologia The Verge, que o “RCS continua sendo um serviço de propriedade de uma operadora”, o que faz com as mensagens possam ser legalmente interceptadas.

Para desenvolver o Chat, o Google se associou a mais de 50 redes de telefonia móvel, como Vodafone, T-Mobile e Verizon, além de uma dezena de fabricantes, como Samsung, LG e Huawei.

Compatibilidade

O Chat permite ver quando o interlocutor está escrevendo. (Google)

O serviço estará disponível apenas para as trocas de mensagens entre usuários de Android.

Se o destinatário não tiver dispositivo Android, as mensagens serão enviadas pelo velho sistema de SMS.

O Google afirmou que o Chat não é um novo aplicativo da empresa. Como usa o padrão de comunicação RCS, depende das redes móveis e dos fabricantes para funcionar.

E dado que as mensagens são enviadas pela internet, não esgotam a cota de mensagens do cliente. Porém, as operadoras de celular poderiam, em teoria, cobrar tarifas adicionais dos clientes para usar o Chat.

Empresas como a Sprint, gigante americana de telefonia móvel, já ativou o Chat em seus dispositivos.

A Microsoft é uma das empresas que apoiou o desenvolvimento do RCS, mas não confirmou se vai integrar a função ao Windows 10. Já a Samsung vai integrar a tecnologia RCS em seu próprio software.

Se o destinatário não tem Android, as mensagens serão enviadas por SMS. (Getty Images)

A Apple, a grande rival do Google, não participou do desenvolvimento do projeto.

O Google disse que espera que a funcionalidade esteja implementada por completo em todos os celulares Android em um prazo máximo de dois anos.

Segundo anunciado no final do ano passado, o Chat chegará ao mercado latinoamericano com as operadoras América Móvil, Telefónica, Oi e AT&T.

Fonte: bbc

O post Como é o Chat, serviço de mensagens do Google que substituirá o SMS nos celulares Android apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Como é o Chat, serviço de mensagens do Google que substituirá o SMS nos celulares Android
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Audiência do sítio de Atibaia é suspensa por greve dos caminhoneiros

Segundo Sérgio Moro, há depoimentos marcados para segunda (28), pela manhã e à tarde, mas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *