Web Statistics
Dilma tenta visitar Lula e é barrada na entrada da PF, em Curitiba | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Brasil / Dilma tenta visitar Lula e é barrada na entrada da PF, em Curitiba

Dilma tenta visitar Lula e é barrada na entrada da PF, em Curitiba

Essa foi a sexta vez que políticos tentaram visitar o petista desde que ele foi preso, no dia 7 deste mês

A ex-presidente Dilma Rousseff tentou, sem sucesso, visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede da Polícia Federal, em Curitiba, na tarde desta segunda-feira (23/4). Ela chegou ao local por volta das 15h, acompanhada da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann. Dilma resolveu ir até a Polícia Federal, mesmo tendo a visita sido negada pela Justiça. Essa foi a sexta vez que políticos tentaram visitar o petista desde que ele foi preso, no dia 7 deste mês.

Um grupo de apoiadores de Lula, incluindo Dilma, pediram autorização ao Tribunal de Justiça do Paraná para ver o petista, que está em uma sala de Estado-Maior no quarto andar do prédio da PF, na capital paranaense. A juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, negou o pedido da ex-presidente e de uma comissão de parlamentares.

A magistrada destacou, na decisão, que tem recebido uma grande quantidade de pedidos de pessoas que querem realizar visitas ao ex-presidente. “Em duas semanas da efetivação do encarceramento, chegaram a este juízo requerimentos de visitas que abrangem mais de uma dezena de pessoas, com anuência da defesa, sob o argumento de amizade com o custodiado”, afirmou.

Ao negar os pedidos, a juíza destacou que, no prédio da PF, ocorre atendimento ao público, investigações e outras atividades, o que justifica a restrição no número de visitantes de cada interno. “Analisa-se, no caso em exame, limitação de cunho geral relativa a visitas na carceragem da Superintendência da Polícia Federal. Apenas familiares são autorizados a visitar os detentos, sem prejuízo do acesso aos advogados”, afirmou.

Advogados

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que é advogado, argumentou que, por conta da profissão, deveria ter acesso ao interior do prédio e ir até o local onde está o colega de partido. No entanto, a juíza Carolina Moura acatou o entendimento do Ministério Público Federal e lembrou que parlamentares não podem advogar contra a União. “Os parlamentares estão impedidos de advogar em causas que envolvam a administração pública direta e indireta, bem como concessionárias ou permissionárias de serviço público”, diz um trecho do texto.

Do lado de fora da Superintendência da PF, manifestantes que acampam a menos de 100m do prédio gritavam palavras de ordem, como “Lula livre”, e recebiam a visita de parlamentares. A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), que participa da mobilização, contou que o acampamento não tem data para ser desfeito. “Não estamos aqui só pelo Lula. É por tudo que ele fez para esse país. É pelo direito das mulheres. No governo dele, as mulheres tinham representatividade, tinha política pública”, afirmou.

Fonte: correiobraziliense

O post Dilma tenta visitar Lula e é barrada na entrada da PF, em Curitiba apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Dilma tenta visitar Lula e é barrada na entrada da PF, em Curitiba
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Delúbio Soares se entrega à Polícia Federal em São Paulo

Sérgio Moro autorizou que o petista comece a cumprir em Brasília sua pena de 6 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *