Web Statistics
STF envia investigação contra dirigentes da CBF para Justiça do Rio | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / STF envia investigação contra dirigentes da CBF para Justiça do Rio

STF envia investigação contra dirigentes da CBF para Justiça do Rio

Ente os crimes apurados na CPI do Futebol estão evasão de divisas, estelionato, falsidade ideológica e crimes contra o sistema financeiro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello decidiu nesta quinta-feira (26/4) enviar à Justiça Federal do Rio de Janeiro uma investigação que tramita na Corte para apurar crimes supostamente cometidos por dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e outras pessoas ligadas ao grupo, incluindo o presidente afastado Marco Polo Del Nero, bem como os ex-presidentes Ricardo Teixeira e José Maria Marin.

O ministro manteve no STF apenas a parte referente ao deputado federal Marcus Vicente (PP-ES), que é vice-presidente da entidade. A investigação foi iniciada originalmente na Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros da Superintendência Regional da Polícia Federal no Estado do Rio de Janeiro, para apurar os supostos crimes de evasão de divisas, estelionato, falsidade ideológica e crimes contra o sistema financeiro nacional.

Os indícios iniciais foram apontados no relatório alternativo da CPI do Futebol 2015, de autoria dos senadores Romário (Podemos-RJ) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e abrangeriam a CBF e o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo do Brasil (COL).

Além de Del Nero e dos ex-presidentes Marin e Teixeira, também são alvos o vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Gustavo Dantas Feijó, o diretor jurídico Carlos Eugênio Lopes, o ex-dirigente Antônio Osório Ribeiro Lopes da Costa e os empresários José Hawilla e Kleber

Fonseca de Souza Leite. A única parte que seguirá em investigação no Supremo é a que se refere ao deputado federal Marcos Vicente. O pedido de envio à Justiça Federal do Rio de Janeiro partiu da Procuradoria-Geral da República.

Marco Polo Del Nero está atualmente afastado da presidência da CBF. A Fifa deve dar um parecer nos próximos dias, esclarecendo se ele poderá continuar ou não como presidente da confederação. Se ele não for banido, poderá voltar para o cargo e ficar até abril do ano que vem.

O presidente interino é o coronel Antonio Nunes, um dos vice-presidentes da instituição. Neste mês, o dirigente Rogério Cabloco, ligado a Del Nero, foi eleito presidente para assumir o próximo quadriênio, que começa em abril de 2019.

Fonte: metropoles

O post STF envia investigação contra dirigentes da CBF para Justiça do Rio apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:STF envia investigação contra dirigentes da CBF para Justiça do Rio
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *