Web Statistics
Monge processa templo por estresse trabalhista | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Brasil / Monge processa templo por estresse trabalhista

Monge processa templo por estresse trabalhista

Caso inusitado em local de peregrinação budista foi registrado após monge japonês desenvolver depressão e não é considerado inédito no universo religioso

Um monge japonês processou judicialmente os responsáveis por seu antigo templo, a quem ele acusa de obrigá-lo a trabalhar ao ponto de fazê-lo entrar depressão. Ele pede 8,6 milhões de ienes de indenização (cerca de 76 mil dólares) de seus ex-chefes no complexo sagrado do Monte Koya, ao sul de Osaka (oeste).

Este local de peregrinação budista, classificado no patrimônio mundial da UNESCO, abriga mais de cem templos. O monge, admitido em 2008, começou a sofrer depressão em dezembro de 2015, explicou seu advogado à AFP nesta quinta-feira (17).

Ele afirma que foi forçado a fazer tarefas que superavam seus deveres espirituais e a trabalhar algumas vezes por mais de dois meses seguidos sem qualquer dia de descanso. Nesses dias, chegava a trabalhar até 17 horas sem pausa para cuidar dos muitos turistas, segundo o advogado.

Seu cliente quer permanecer anônimo, explicou, para não comprometer suas chances de encontrar outro emprego na pequena comunidade de monges budistas.

Em 2017, um famoso templo de Kyoto, Higashi Honganji, teve que se desculpar publicamente por horas extras não remuneradas e assédio no trabalho, mas esse tipo de caso é incomum no setor religioso.

O estresse relacionado ao trabalho, no entanto, é um problema generalizado no Japão, que pode levar à morte (ataque cardíaco, derrame, suicídio), um fenômeno que até tem um nome: “karoshi”.

Fonte: diariodepernambuco

O post Monge processa templo por estresse trabalhista apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Monge processa templo por estresse trabalhista
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

PM é preso pelo desaparecimento de ex- mulher e não diz nada em depoimento

Diogo foi preso no fim da manhã de sábado no Hospital Bom Retiro, onde estava …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *