Web Statistics
Justiça restabelece benefícios que foram retirados de Lula | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Justiça restabelece benefícios que foram retirados de Lula

Justiça restabelece benefícios que foram retirados de Lula

A Justiça Federal de Campinas suspendeu, no dia 16 de maio, diretos aos quais o petista faz jus por ser ex-chefe de Estado

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) atendeu, nesta terça-feira (29/5), ao pedido formulado pela defesa do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e restabeleceu todos os seus direitos e prerrogativas previstos na Lei nº 7.474/86 – dentre eles o de receber assessoria de seis agentes do Estado, assim como todos os ex-presidentes da República.

A decisão foi proferida por André Nabarrete, desembargador federal, e suspendeu os efeitos da sentença determinada pelo juiz Haroldo Nader, da 6ª Vara Federal de Campinas, no dia 16 de maio – que havia cancelado tais benefícios.

Lula perdeu o staff de assessores, seguranças, motoristas e veículos aos quais tinha direito como ex-presidente a pedido do juiz Haroldo Nader. A decisão do magistrado atendeu a uma ação popular impetrada pelo advogado Rubens Gatti Nunes, coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL).

Conforme decisão de Nader, o ex-presidente da República não teria mais as “regalias”. De acordo com a legislação atual, ex-mandatários do Brasil têm direito a segurança, motoristas e assessores após deixarem o comando do país. O juiz concluiu que, por estar sob proteção da Polícia Federal, o petista teria hoje “muito mais segurança do que tivera quando livre”. Mas o desembargador André Nabarrete discordou e determinou o retorno das prerrogativas de Lula como ex-chefe de Estado.

“A simples leitura dos dispositivos mencionados evidencia que aos ex- presidentes da República são conferidos direitos e prerrogativas (e não benesses) decorrentes do exercício do mais alto cargo da República e não encontram nenhuma limitação legal, o que obsta o seu afastamento pelo Poder Judiciário, sob pena de violação ao princípio da separação dos poderes, pois haveria evidente invasão da competência legislativa”, diz trecho da decisão do desembargador do TRF-3.

Prisão

O ex-presidente Lula está preso desde 7 de abril, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato. Segundo o juiz federal Sérgio Moro, Lula recebeu o triplex do Guarujá (SP) como propina da OAS.

Fonte: metropoles

O post Justiça restabelece benefícios que foram retirados de Lula apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Justiça restabelece benefícios que foram retirados de Lula
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *