Web Statistics
Policial federal é preso por distribuir cigarro apreendido a caminhoneiros | Gazeta de Rondônia
segunda-feira ,22 outubro 2018

Página Inicial / Brasil / Policial federal é preso por distribuir cigarro apreendido a caminhoneiros

Policial federal é preso por distribuir cigarro apreendido a caminhoneiros

A PF informou ter instaurado uma investigação para apurar a conduta do agente e tomar as medidas cabíveis. O agente pode ser enquadrado no crime de peculato

A Polícia Federal em Guaíra, no Paraná, prendeu em flagrante um agente da corporação filmado enquanto distribuía cigarros contrabandeados do Paraguai para caminhoneiros em greve. O agente Fabricio Bassetti Moraes, segundo o vídeo em posse da PF e ao qual o jornal “O Estado de S. Paulo” teve acesso, foi flagrado ao lado de um veículo carregado de cigarro apreendido na cidade de Altônia. Durante a gravação, manifestantes vão até o veículo e pegam maços de cigarro.

“E aí, galera, PF de Guaíra apoiando a paralisação de caminhoneiros de Iporã (PR). Cigarro que apreendeu pela noite está repartindo para a galera que fuma na manifestação aqui”, diz a pessoa que grava a cena. Após o fim da carga de cigarro, os manifestantes agradecem ao agente, que entra no veículo e deixa o local.

A PF informou ter instaurado uma investigação para apurar a conduta do agente e tomar as medidas cabíveis. O agente pode ser enquadrado no crime de peculato.

Após a prisão em flagrante, o caso foi encaminhado à Justiça Federal. O juiz João Paulo Ney dos Passos Martins concordou com os motivos da prisão em flagrante, mas decidiu no sentido de não haver motivos para a manutenção da medida. “O crime não foi praticado mediante violência ou grave ameaça à pessoa, tampouco é equiparado ao hediondo. Não há notícias de que o preso registre qualquer antecedente criminal”, afirma o juiz em sua decisão

Em seu despacho, Martins manda soltar o agente, mas impõe medidas cautelares que proíbem o policial de exercer suas funções relacionadas “à guarda e transporte de bens apreendidos”. Entretanto, no entendimento do magistrado, não é necessária a suspensão da função pública do agente enquanto responde ao processo criminal instaurado.

“Por outro lado, tendo em vista a demonstração de falta de cuidado e prudência na guarda e destinação de bens apreendidos que estavam sob seu poder e responsabilidade, na qualidade de funcionário público, requer que o preso tenha restringido, na sua atividade, o contato direto com os bens apreendidos”, diz o juiz.

Fonte: istoé

O post Policial federal é preso por distribuir cigarro apreendido a caminhoneiros apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Policial federal é preso por distribuir cigarro apreendido a caminhoneiros
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *