Web Statistics
Tenho ‘direito absoluto’ de dar perdão presidencial a mim mesmo, diz Trump | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Últimas / Tenho ‘direito absoluto’ de dar perdão presidencial a mim mesmo, diz Trump

Tenho ‘direito absoluto’ de dar perdão presidencial a mim mesmo, diz Trump

Procurador Robert Mueller investiga o presidente americano por obstrução à Justiça em caso de interferência russa na sua vitória eleitoral

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda-feira (04) ter o “direito absoluto” de conceder um perdão presidencial a si mesmo na hipótese de a atual investigação do procurador especial Robert Mueller implicá-lo em práticas ilegais.

Mueller investiga o caso sobre interferência da Rússia nas eleições americanas de 2016, em favor da vitória de Trump. O presidente americano pode ser indiciado por obstrução de Justiça.

“Assim como foi constatado por numerosos acadêmicos da área legal, eu tenho o direito absoluto de PERDOAR a mim mesmo, mas por que eu faria isso se eu não fiz nada de errado? Enquanto isso, a Caça às Bruxas sem fim, liderada por 13 Democratas muito Raivosos e Conflituosos (& outros), continua eleições legislativas adentro!”, escreveu Trump em sua conta no Twitter, referindo-se à apuração conduzida por Mueller.

No domingo (03), Rudy Giuliani, ex-prefeito de Nova York e um dos advogados pessoais de Trump, disse que o presidente poderia legalmente conceder um perdão a si mesmo.

“Não há nada que limite o poder presidencial de perdão por um crime federal”, ele alegou, acrescentando, contudo, que esse cenário seria “impensável” e “levaria a provavelmente um impeachment imediato”.

Giuliani afirmou que Trump não tem “nenhuma intenção” de indultar a si mesmo. “Acho que as consequências políticas disso seriam duras. Uma coisa é indultar outra pessoa, outra é indultar a si mesmo”, explicou o advogado.

A declaração de Giuliani foi feita menos de 24 horas depois que o jornal The New York Times revelou que a equipe de advogados de Trump enviou um memorando secreto ao conselheiro especial Robert Mueller em janeiro argumentando que o presidente tem total controle sobre todas as investigações federais e não pode ser obrigado a testemunhar.

O documento se referia a investigação instaurada por Mueller contra Trump por possível obstrução à Justiça. O caso apura as denúncias de James Comey, ex-diretor do FBI, que acusa o presidente de, antes de demiti-lo, pedir-lhe que “deixasse passar” as investigações sobre os vínculos do seu ex-assessor de Segurança Nacional, Michael Flynn, com a Rússia.

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: veja

O post Tenho ‘direito absoluto’ de dar perdão presidencial a mim mesmo, diz Trump apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Tenho ‘direito absoluto’ de dar perdão presidencial a mim mesmo, diz Trump
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

População carcerária quase dobrou em dez anos

Presos enfrentam superlotação e violação de direitos “Sou condenado à morte por doenças crônicas, que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *