Web Statistics
Governo quer tornar definitivo Ministério da Segurança Pública | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Últimas / Governo quer tornar definitivo Ministério da Segurança Pública

Governo quer tornar definitivo Ministério da Segurança Pública

Ministro Raul Jungmann acredita que proposta deve ser aprovada sem dificuldades na Câmara e no Senado

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou nesta quarta-feira (13/6) que o ministério deve perder o caráter “extraordinário” e passará a integrar a estrutura do governo de forma permanente. Segundo Jungmann, a proposta será votada sem dificuldade na Câmara dos Deputados e depois seguirá para o Senado. Segundo ele, líderes partidários avaliaram não existir possibilidade de obstrução. A mudança foi fruto de uma emenda parlamentar acatada pelo relator da matéria na comissão mista, senador Dário Berger (MDB-SC), com apoio do governo.

“A criação de um ministério extraordinário foi uma maneira que você teve de fazer a criação de uma maneira mais rápida”, justificou Jungmann sobre o fato do presidente Michel Temer ter criado a pasta em caráter extraordinário.
Embora Jungmann pretenda tornar o ministério definitivo, o próximo presidente da República, em 2019, pode decidir extingui-lo. O ministro disse duvidar desta mudança. Segundo ele, o futuro presidente não vá “passar a borracha” nesse ministério. Jungmann falou à imprensa após participar do Seminário Nacional da Segurança Pública, na Academia Nacional de Polícia Federal com o presidente Michel Temer e o ministro Torquato Jardim (Justiça).

Temer e a segurança pública
Durante a abertura do seminário, o presidente da República, Michel Temer (MDB), também mencionou em seu discurso que o ministério deve ganhar caráter definitivo. “A ‘extraordinariedade’ derivou precisamente da hipótese de costear uma dificuldade legal de criar um novo ministério. Agora, o Congresso Nacional, que sempre colaborou conosco, traz a ideia de fazê-lo definitivo”, disse Temer.

O presidente disse que o governo teve a “coragem” para enfrentar a pauta da segurança pública e destacou que esta semana foi editada uma Medida Provisória (MP) que estabelece fonte de recursos contínuos para a área.

A MP citada por Temer direciona parte da arrecadação das loterias federais para gastos do Fundo Nacional de Segurança Pública, mas foi criticada pelos ministros da Cultura, Sérgio Sá Leitão, e do Esporte, Leandro Cruz – que perderam recursos com a criação da nova pasta.

Segundo Temer, trazer a segurança pública para a esfera federal é um “assunto espinhoso” e poderia ser um inconveniente para outros governos. “Fácil é esquivar-se, como fizeram muitos antes de nós, mas nossa postura foi oposta, enfrentamos os temas um a um, e o nome disso é responsabilidade”, declarou.

O presidente destacou a importância da segurança pública neste momento e disse que o governo não buscou “atos populistas, e sim atos para que saiamos da palavra para a execução” das iniciativas. “Cabe a nós criar as bases deste trabalho, cujos frutos serão colhidos em meses e, quem sabe, anos.”

Fonte: metropoles

O post Governo quer tornar definitivo Ministério da Segurança Pública apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Governo quer tornar definitivo Ministério da Segurança Pública
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Projeto do deputado Léo Moraes institui Dia do Advogado Trabalhista

Data será celebrada no dia 20 de junho e passa a fazer parte do calendário …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *