Web Statistics
Em vídeo, Gleisi afirma que denúncia no STF é perseguição contra PT | Gazeta de Rondônia
segunda-feira ,17 dezembro 2018
Página Inicial / Últimas / Em vídeo, Gleisi afirma que denúncia no STF é perseguição contra PT

Em vídeo, Gleisi afirma que denúncia no STF é perseguição contra PT

Senadora também afirmou que trata-se de uma aposta contra a tentativa de Lula ser candidato à Presidência da República

No dia em que a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julga a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo e o empresário Ernesto Kugler, a parlamentar divulgou um vídeo para se defender das acusações. Ela classificou a denúncia como “mais um capítulo” de uma perseguição da Lava Jato contra o PT.

A senadora também afirmou que trata-se de uma aposta contra a tentativa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na operação, ser candidato ao Palácio do Planalto. A parlamentar ainda citou que há “danos irreparáveis” à sua imagem e à família (veja vídeo).

De acordo com a denúncia que será julgada no STF, o trio recebeu R$ 1 milhão do esquema de corrupção instalado na Petrobras. Os recursos teriam sido direcionados para a campanha de Gleisi ao Senado, em 2010. No vídeo, a presidente do PT classifica a denúncia como “absurda” e uma “história sem pé nem cabeça”.

Segundo ela, a acusação faz parte de uma “tentativa da Lava Jato” de atacar o PT. “Hoje eu sou alvo e tenho certeza que é por eu ser presidente do Partido dos Trabalhadores e por defender o presidente Lula e a sua candidatura pelo bem do Brasil”, diz Gleisi. Quando a denúncia foi apresentada pela Procuradoria-Geral da República, em maio de 2016, no entanto, a senadora ainda não era presidente do partido.

Ao se defender das acusações, a dirigente petista diz que os investigadores “fizeram e refizeram” delações e “foram ajeitando até formar um roteiro” contra ela. Ela falou que nunca conheceu o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e nem o doleiro Alberto Youssef, que fizeram delação premiada e a citaram.

A petista se defende dizendo que, em 2010, não tinha função pública e não poderia utilizar nenhum cargo público para beneficiar empresas no governo. Ela ainda alega que sua campanha ao Senado foi superavitária e teve as contas aprovadas na Justiça Eleitoral.

Gleisi aponta que Antônio Pieruccini, outro delator, e Youssef têm o mesmo advogado, “o tal Figueiredo Basto”, que, segundo ela, teria sido assessor do governo do PSDB no Paraná e mantido “relação estreita” com o juiz federal Sérgio Moro.

A senadora diz que ela e sua família vivem “sob o peso de acusações falsas” e que o dano não pode ser reparado. “Nada vai reparar o sofrimento da minha família, dos meus companheiros, de amigos, os danos da minha imagem pública e política. Mas agora o STF vai ter a oportunidade de examinar a minha defesa … fazendo prevalecer a verdade e a Justiça”.

Fonte: metropoles

O post Em vídeo, Gleisi afirma que denúncia no STF é perseguição contra PT apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Em vídeo, Gleisi afirma que denúncia no STF é perseguição contra PT
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

ATA FINAL DE INSCRIÇÃO DE CHAPAS – Sindur

Às 18 horas do dia 14 de dezembro do ano de dois mil e dezoito, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *