Web Statistics
Executivo de SP é achado morto após comprar pela web substância usada por nazistas | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Últimas / Executivo de SP é achado morto após comprar pela web substância usada por nazistas

Executivo de SP é achado morto após comprar pela web substância usada por nazistas

Cianeto de Potássio é uma substância mortal e tem a venda proibida em todo o mundo. Executivo comprou o produto pela internet.

Um executivo de 32 anos foi encontrado morto por familiares, nesta quarta-feira (25), em seu apartamento em Praia Grande, no litoral de São Paulo, após comprar e ingerir uma substância que tem a venda proibida em todo mundo, e que chegou a ser usada pelo exército nazista durante a 2ª Guerra Mundial. O caso está sendo investigado pela polícia.

A residência do jovem, que exercia cargo de chefia na Caixa Econômica Federal, fica localizada no bairro Guilhermina. De acordo com a polícia, familiares disseram que o rapaz apresentava quadro depressivo, estava afastado do emprego e passava por tratamento psiquiátrico.

Familiares contaram à polícia que, na terça-feira (24), a mãe do rapaz recebeu uma encomenda e, ao ver o pacote, o executivo o tirou das mãos da mãe e escondeu, devolvendo apenas após perceber que o embrulho, que não continha o veneno, era realmente para a mãe, o que leva a família a acreditar que ele já esperava por alguma encomenda.

(Foto: G1 Santos)

Na tarde quarta-feira (25), ele recebeu uma encomenda do Mercado Livre e, em seguida, se trancou no quarto. De acordo com a polícia, horas depois, a família percebeu que ele estava deitado no chão passando mal e, por isso, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para socorrê-lo. Ele foi levado a uma unidade de saúde, mas faleceu.

Durante perícia no imóvel, a polícia achou, em um móvel do quarto do rapaz, uma caixa e uma nota fiscal que identificava o produto recebido como cianeto de potássio, substância altamente perigosa e de venda proibida no mundo inteiro, ainda de acordo com a polícia.

Exames apontarão a causa da morte, mas as equipes acreditam que ele teria misturado o veneno em um copo de suco. O caso será investigado para se saber de onde veio e quem é o fornecedor do produto, que foi apreendido.

Produto foi comprado no Mercado Livre. (Foto: G1 Santos)

Em nota, o Mercado Livre afirma lamentar profundamente o ocorrido. O site também diz que entrou em contato com as autoridades responsáveis pelo caso para o fornecimento de dados cadastrais que possam ajudar na investigação. O Mercado Livre diz, também, que o cianeto de potássio não pode ser comercializado no site. O anúncio foi removido e o usuário bloqueado.

Substância

De acordo com especialistas ouvidos pelo G1, o cianeto de potássio foi utilizado por soldados alemães, durante a 2ª Guerra Mundial, quando estes eram capturados, para que cometessem o suicídio antes que fossem torturados pelos inimigos. Além disso, a substância, que pode facilmente ser transformada em um ácido altamente tóxico, foi usada como arma química pelo exército nazista.

Fonte: g1

O post Executivo de SP é achado morto após comprar pela web substância usada por nazistas apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Executivo de SP é achado morto após comprar pela web substância usada por nazistas
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bebê morre ao ser atropelado por tio na garagem de casa em Jaru

Tio não teria visto que criança estava atrás do veículo e engatou marcha à ré. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *