Web Statistics
Marte atingirá posição mais próxima da Terra em 15 anos; saiba como identificá-lo no céu | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Últimas / Marte atingirá posição mais próxima da Terra em 15 anos; saiba como identificá-lo no céu

Marte atingirá posição mais próxima da Terra em 15 anos; saiba como identificá-lo no céu

Ocorrência simultânea de dois fenômenos astronômicos faz com que o planeta vermelho seja visto da Terra com maior brilho em cerca de 15 anos.

O planeta Marte estará mais brilhante no céu na noite desta terça-feira do que esteve nos últimos 15 anos.

Isso é porque o planeta vermelho está no ponto mais próximo da Terra desde 2003 e também em seu ponto mais próximo do Sol.

O professor Ramachrisna Teixeira, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP, explica que são dois fenômenos acontecendo ao mesmo tempo: a chamada “oposição de Marte” e seu periélio, em um “combo” conhecido como oposição periélica.

A oposição de Marte é quando a Terra atinge um ponto da órbita em que fica alinhada entre o Sol e o planeta vermelho – é quando os dois planetas estão mais próximos um do outro.

Nesta terça, Marte estará a 57,6 milhões de quilômetros da Terra, segundo a Nasa (agência espacial americana).

Marte estará no céu do hemisfério sul nesta terça a partir das 19h – STELLARIUM

Já o periélio é o momento em que o planeta está mais próximo do Sol.

“As órbitas dos planetas em torno do Sol não são circulares, mas elípticas. O Sol fica em um dos focos dessa elipse”, explica Teixeira. Isso significa que as distâncias entre os planetas e o Sol variam conforme a trajetória. O periélio é justamente o ponto em que a órbita aproxima do planeta da estrela de nosso sistema.

“O que aconteceu nesse fim de julho é que a oposição de Marte concincidiu com sua passagem periélica, ou seja, esses efeitos se somaram”, explica Teixeira.

A oposição do planeta vermelho acontece a cada 26 meses, aproximadamente. São os momentos em que a Nasa costuma mandar missões a Marte. O robô Curiosity, por exemplo, foi enviado em 2011.

Já a passagem de Marte por seu periélio acontece a cada 687 dias.

Mas a junção dos dois fenômenos só ocorre a cada 15, 16 ou 17 anos – é o que podemos observar nessa terça-feira.

Como encontrar Marte no céu

Visto da Terra, Marte é um astro bem brilhante e avermelhado e sua luz não costuma oscilar – o brilho das estrelas, por causa da distância maior, é mais sensível à turbulência da atmosfera e por isso os astros parecem piscar.

Quando a Terra está alinhada entre o Sol e Marte, o planeta aparece no céu noturno do lado oposto ao do poente, explica Teixeira. “Olhando para o horizonte leste a partir das 19h, o astro que for mais brilhante e avermelhado será Marte”, diz ele. “Um pouco acima, mais fraco e meio amarelado, estará Saturno.”

O robô Curiosity foi enviado a Marte em 2011 – NASA/JPL-CALTECH/MSSS

É fácil diferenciar: além de ser bem mais esbranquiçado e brilhante, nesse horário Júpiter estará bem acima de Marte no céu. Já Vênus estará do outro lado, próximo ao horizonte oeste.

A Lua deve aparecer no céu noturno bem depois de Marte, por volta das 21h05.

Ao longo da noite, Marte aparecerá subindo no céu e atingirá o ponto mais alto, a chamada passagem meridiana, por volta das 23h56 (em Brasília). Esse horário varia em alguns minutos dependendo da posição do observador. Em São Paulo, por exemplo, a passagem de Marte pelo meridiano deve ser às 23h51.

Nesse horário, a Lua estará mais para baixo e para leste, distante do planeta vermelho.

“Sugiro que as pessoas repitam a observação ao longo dos dias e das semanas e aos poucos irão notar a dança dos planetas, uns em relação aos outros”, diz Teixeira.

Tempestada de areia

A oposição periélica é também o momento em que o diâmetro de Marte fica ligeiramente maior quando visto da Terra, mas isso não é perceptível a olho nu.

Outra coisa que não conseguimos ver é um fato que a Nasa divulgou recentemente: o clima em Marte não está nada calmo.

Uma gigantesca tempestade de areia se tornou tão grande que está dando a volta ao planeta.

O robô Opportunity, que está na superfície marciana neste momento, foi colocado em modo offline pela Nasa até o fim da tempestade, que só deve acabar em setembro.

Fonte: bbc

O post Marte atingirá posição mais próxima da Terra em 15 anos; saiba como identificá-lo no céu apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Marte atingirá posição mais próxima da Terra em 15 anos; saiba como identificá-lo no céu
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Deputado Edson Martins se reúne com vereadores e garante recursos para Cerejeiras e Theobroma

Recursos vão ajudar municípios  em vários setores O deputado Edson Martins recebeu em seu gabinete os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *