Web Statistics
Aécio Neves pede arquivamento de inquérito sobre suposta maquiagem de dados na CPI dos Correios | Gazeta de Rondônia
quinta-feira ,19 setembro 2019

Página Inicial / Últimas / Aécio Neves pede arquivamento de inquérito sobre suposta maquiagem de dados na CPI dos Correios

Aécio Neves pede arquivamento de inquérito sobre suposta maquiagem de dados na CPI dos Correios

Defesa do senador diz que inquérito foi aberto apenas a partir de depoimentos de um delator e que a PF reconheceu que não há nada contra ele. Questão será analisada por Gilmar Mendes.

A defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu ao Supremo Tribunal Federal arquivamento de inquérito que apura se ele participou de suposta maquiagem de dados para esconder a existência do mensalão tucano durante a apuração da CPI que investigou o mensalão do PT.

O pedido foi apresentado na última quarta-feira (1º), mas o teor não foi divulgado. A questão será analisada pelo ministro Gilmar Mendes, relator do caso.

O inquérito se baseia na delação premiada do senador cassado Delcídio do Amaral (MS). Segundo Delcídio, os dados fornecidos pelo extinto Banco Rural à CPI dos Correios atingiriam o senador Aécio Neves “em cheio” se não tivessem sido “maquiados” pela instituição financeira.

Em seu depoimento, Delcídio disse que, quando a CPI dos Correios autorizou a quebra de sigilo de pessoas e empresas, entre elas o Banco Rural, surgiu “certo incômodo” por parte do PSDB, incluindo o então governador Aécio Neves.

Ainda segundo Delcídio, Aécio enviou emissários à CPI para que o prazo de entrega das quebras de sigilo fosse “delongado”, sob a justificativa de que não haveria tempo hábil para preparar as respostas à comissão.

Conforme o senador cassado, essa “maquiagem” teria consistido em apagar informações “comprometedoras” que envolviam Aécio Neves.

Á época da veiculação do conteúdo da delação premiada de Delcídio do Amaral, a assessoria de Aécio divulgou uma nota à imprensa na qual afirmou que as citações ao nome dele eram “mentirosas” e “que não se sustentam na realidade e se referem apenas a ‘ouvir dizer’ de terceiros”.

Em nota, a defesa de Aécio afirma que pediu arquivamento porque o caso se baseia em informação de delator que mentiu à Justiça e que um relatório da Polícia Federal reconhece que não há nada contra Aécio Neves além das palavras de Delcídio do Amaral.

Leia a íntegra da nota:

Nota da defesa do senador Aécio Neves

O inquérito policial foi instaurado exclusivamente com base nas palavras de um delator que mentiu inúmeras vezes para a Justiça, como já reconheceram o MPF e o Judiciário.

As diligências realizadas comprovaram que mais uma vez mentiu. Está documentalmente provado que nunca existiu a alegada maquiagem nos dados bancários enviados à CPMI dos Correios e o suposto envolvimento do Senador Aécio Neves nesse episódio.

O próprio relatório policial reconhece que nada além da palavra do delator existe contra o Senador Aécio. Assim, as conclusões ali contidas são completamente divorciadas das provas robustas dos autos. A defesa aguarda que o STF promova a justa análise dos autos, com o consequente arquivamento das investigações, na linha do que vem sendo feito em casos análogos, em que só existe a palavra do delator.

Alberto Zacharias Toron

Advogado

Fonte: g1

O post Aécio Neves pede arquivamento de inquérito sobre suposta maquiagem de dados na CPI dos Correios apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Aécio Neves pede arquivamento de inquérito sobre suposta maquiagem de dados na CPI dos Correios
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Paciente é agredido a tapas por servidor de UPA, em Londrina; Vídeo

O rapaz com braço enfaixado aparece no vídeo e momentos depois o servidor o agride …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *