Web Statistics
Facebook libera lista de páginas excluídas no Brasil por conta de Fake News | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Últimas / Facebook libera lista de páginas excluídas no Brasil por conta de Fake News

Facebook libera lista de páginas excluídas no Brasil por conta de Fake News

Dentre as quase 300 exclusões, menos de 10 tinham ligação direta ao MBL, que classificou como “censura” a ação da rede social

O Facebook divulgou hoje (06) uma lista completa com as 196 páginas e 87 perfis que foram excluídos da rede social no Brasil no fim de julho. A empresa explicou que todas essas contas foram eliminadas por terem sido identificadas como divulgadores de notícias falsas e desinformação de forma coordenada.

Essa lista foi originalmente enviada ao Ministério Público Federal (MPF) em Goiás, que havia pedido esse detalhamento junto com uma justificativa para a exclusão de cada uma delas. A rede social, contudo, deu apenas uma justificativa para todas as exclusões. Segundo a empresa de Mark Zuckerberg, todas essas contas “faziam parte de uma rede coordenada que se ocultava com o uso de contas falsas no Facebook”.  A ação de remover as páginas e perfis da rede social teria vindo após uma rigorosa investigação, algo similar ao que aconteceu nos EUA recentemente.

O Facebook apontou que várias de suas regras foram quebradas pelas contas excluídas, entre elas: utilizar contas com nomes falsos; enganar as pessoas sobre a origem do conteúdo; enganar as pessoas na tentativa de incentivar compartilhamentos, curtidas ou cliques.

Polêmica

Esse fato se tornou polêmico porque pelo menos quatro contas de “filias” do MBL (Movimento Brasil Livre) foram derrubadas pelo Facebook nessa leva. As páginas de algumas publicações que costumavam divulgar assuntos relacionados ao MBL também foram removidas.

Contudo, dentre as quase 300 exclusões, menos de 10 tinham ligação direta ao MBL, que classificou como “censura” a ação da rede social. Muitos perfis e páginas excluídos davam a entender, a julgar por seus títulos, que não tratavam nenhum tipo de assunto relevante e muitas vezes podiam ser entendidas como falsas. Entre os excluídos, vários tentavam se passar pelo portal de notícias G1, da Rede Globo, por exemplo.

Perfis conhecidamente alinhados politicamente à esquerda, como Testes de Macho 2.0, também foram excluídos. Você pode conferir a lista completa aqui.

A reportagem é de Leonardo Müller / Tecmundo

O post Facebook libera lista de páginas excluídas no Brasil por conta de Fake News apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Facebook libera lista de páginas excluídas no Brasil por conta de Fake News
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Eleito pelo NOVO pregando “fim dos privilégios”, Zema faz 1 viagem aérea a cada 5 dias no governo de MG

O hoje governador Romeu Zema (Novo), de Minas Gerais, fez campanha eleitoral criticando duramente o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *