Web Statistics
Foragido do assalto ao Banco Central é preso 13 anos após o crime | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Últimas / Foragido do assalto ao Banco Central é preso 13 anos após o crime

Foragido do assalto ao Banco Central é preso 13 anos após o crime

Adelino Angelim de Sousa Neto estava no DF. Ele terá de cumprir mais de 18 anos de prisão e pagar multa de R$ 3 milhões.

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu, nesta terça-feira (14), um integrante do grupo que assaltou o Banco Central em Fortaleza em 2005.

Adelino Angelim de Sousa Neto, conhecido como “Amarelo”, de 36 anos, foi localizado após denúncia anônima. Ele tinha um mandado de prisão em aberto e era considerado foragido.

Na casa dele, no Paranoá, a polícia encontrou uma pistola calibre .380, com 12 munições. Ele estava em casa com a mulher e a filha no momento da prisão. Ele não reagiu.

Adelino será levado para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE) ainda nesta terça-feira, onde aguardará a audiência de custódia antes de ser levado ao Complexo Penitenciário da Papuda.

Mandado de prisão
A prisão de Adelino foi decretada pela 12ª Vara Federal de Fortaleza, em julho de 2017. O mandado tinha validade até março de 2034.

De acordo com a decisão judicial, Adelino deve cumprir 18 anos de prisão (inicialmente em regime fechado) e pagar multa de mais de R$ 3 milhões.

Ele foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por participação direta no assalto ao Banco Central. A investigação da Polícia Federal apontou que ele teria ajudado os demais integrantes do grupo a “lavar” parte do dinheiro levado. Ele já tinha sido preso em setembro de 2006, mas foi colocado em liberdade em novembro daquele ano, junto de outros quatro envolvidos.

O maior assalto

O furto ao Banco Central ocorreu na madrugada de 5 para 6 de agosto de 2005, em Fortaleza. Segundo a Polícia Federal, foram levados do cofre R$ 164,7 milhões – mais de 3 toneladas em notas de R$ 50).

Este é considerado o maior assalto a banco da história do Brasil. O crime só foi descoberto mais de 48 horas depois, em 8 de agosto de 2005, uma segunda-feira. Não houve vítimas.

O mentor do crime, Antônio Jussivam Alves, o Alemão, foi sentenciado a mais de 100 anos de prisão por diversos crimes, entre eles lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

A escavação para construir o túnel que permitiu a invasão demorou cerca de três meses. A passagem tinha cerca de 80 metros de comprimento, 70 centímetros de largura e 3 metros de profundidade. A estrutura foi montada com sistema de ar-condicionado e iluminação elétrica.

Fonte: g1

O post Foragido do assalto ao Banco Central é preso 13 anos após o crime apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Foragido do assalto ao Banco Central é preso 13 anos após o crime
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

ATA FINAL DE INSCRIÇÃO DE CHAPAS – Sindur

Às 18 horas do dia 14 de dezembro do ano de dois mil e dezoito, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *