Web Statistics
Maranhão adota “Escola Sem Censura” e libera opiniões de professores de esquerda e direita | Gazeta de Rondônia
quarta-feira ,12 dezembro 2018
Página Inicial / Últimas / Maranhão adota “Escola Sem Censura” e libera opiniões de professores de esquerda e direita

Maranhão adota “Escola Sem Censura” e libera opiniões de professores de esquerda e direita

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B) editou nesta segunda-feira, 12, o decreto que institui a “Escola com Liberdade e Sem Censura”. Segundo Dino, em sua conta no Twitter, “Falar em “Escola Sem Partido” tem servido para encobrir propósitos autoritários incompatíveis com a nossa Constituição e com uma educação digna”.

O decreto do governador é amparado pelo Artigo 206 da Constituição Federal:

Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:

   I –  igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;

        II –  liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber;

        III –  pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas, e coexistência de instituições públicas e privadas de ensino;

        IV –  gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais;

        V –  valorização dos profissionais da educação escolar, garantidos, na forma da lei, planos de carreira, com ingresso exclusivamente por concurso público de provas e títulos, aos das redes públicas;

        VI –  gestão democrática do ensino público, na forma da lei;

        VII –  garantia de padrão de qualidade;

        VIII –  piso salarial profissional nacional para os profissionais da educação escolar pública, nos termos de lei federal.

Filmagens das aulas

O decreto de Dino prevê ainda, em seu artigo 4º que “professores, estudantes ou funcionários somente poderão0 gravar vídeos ou áudios durante as aulas e demais atividades de ensino, mediante consentimento de quem está sendo gravado ou filmado”.

Já o artigo 3º veta o “cerceamento de opiniões mediante violência ou ameaça”.; Veja a postagem do governador:

 

https://platform.twitter.com/widgets.js

O Maranhão alcançou, em 2017, a menor taxa de abandono da série histórica registrada nos últimos dez anos no Ensino Médio. A reprovação também teve o menor percentual da década e a taxa de aprovação nesse nível de ensino cresceu 6% em relação a 2016. Os dados foram divulgados na quinta-feira (24) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em Brasília (DF). O Inep é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

De acordo com o Inep, a rede estadual de ensino do Maranhão apresentou queda significativa da taxa de abandono escolar nos últimos anos, caindo de 10,5% em 2014, para 8,8% em 2015, 8,7% em 2016 e, no ano passado, 6,4%. O estado teve em 2010 um elevado índice de abandono na rede estadual, chegando ao alarmante percentual de 15,8%.

A taxa de aprovação deu um salto de 77,4% em 2014, para 86% em 2017, o que corresponde um aumento de 8.6 pontos percentuais. É a maior taxa da série história em dez anos, atingindo, assim, a meta estabelecida pelo Ministério da Educação.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Maranhão adota “Escola Sem Censura” e libera opiniões de professores de esquerda e direita
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

ATA FINAL DE INSCRIÇÃO DE CHAPAS – Sindur

Às 18 horas do dia 14 de dezembro do ano de dois mil e dezoito, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *