Web Statistics
Acusado de mentir, Bebianno diz que não pretende pedir demissão e aguarda Bolsonaro | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Últimas / Acusado de mentir, Bebianno diz que não pretende pedir demissão e aguarda Bolsonaro

Acusado de mentir, Bebianno diz que não pretende pedir demissão e aguarda Bolsonaro

Declaração sobre caso, dada pelo presidente ontem à noite, deixou Bebianno “triste e decepcionado”, segundo bastidores; ministro foi um dos primeiros a se engajar na campanha eleitoral do agora presidente da República; entenda

O presidente Jair Bolsonaro disse na noite desta quarta-feira (13) que o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, responderá pelo que for responsabilizado. “Se tiver envolvido e logicamente responsabilizado, lamentavelmente o destino não pode ser outro a não ser o retorno às suas origens,” disse o presidente. 

A declaração de Bolsonaro se refere a uma investigação sobre quatro filiadas ao PSL por suspeita de terem atuado como “laranjas” para o desvio de dinheiro público destinado ao partido por meio do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), nas eleições do ano passado. Matérias veiculadas na imprensa associam Gustavo Bebianno , a essa prática.

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo , a declaração de Bolsonaro, que foi veiculada pela TV Record, fez Bebianno desabafar com amigos mais próximos ainda ontem. Ele disse que está triste e sem palavras para definir o tamanho da decepção que sente. Isso porque o ministro foi um dos primeiros a se engajar na campanha eleitoral do agora presidente, quando, segundo seus amigos, nem mesmo o próprio Bolsonaro acreditava nela.

Ontem, o presidente reiterou que é uma “minoria” dentro do partido que está sob suspeita e que a Polícia Federal foi encarregada do caso. “O partido tem de ter consciência. Não são todos, é uma minoria. Logo depois da minha eleição, eu dei carta branca para apurar qualquer tipo de crime de corrupção e lavagem de dinheiro.” 

O ministro protagoniza hoje uma crise no governo Bolsonaro. Se não a partir das investigações, seu nome está no centro de discussões internas da legenda. Afinal, Bebianno é desafeto de um dos filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro , que fez declarações públicas ontem contra o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência. 

Carlos Bolsonaro desmentiu uma fala de Bebbiano , que havia afirmado ter se encontrado três vezes com o presidente após rumores sobre as suspeitas de possíveis ” laranjas ” nas eleições de 2018 dentro do PSL. Para comprovar a mentira do ministro, o vereador publicou até um áudio onde o pai se recusa a conversar com Bebbiano . “Gustavo, tá complicado eu conversar ainda. Não vou falar com ninguém a não ser que o estritamente essencial”, disse o presidente.

Em entrevista veiculada pela Globo News , Bebianno disse que não é um homem de redes sociais e que irá manter a sua postura como ministro. Ele afirmou ainda que, apesar do desgaste, não pensa em deixar o cargo de ministro, pedindo demissão, pois não “fez nada de errado”. Afirmou, por fim, que vai esperar uma conversa direta com Bolsonaro para saber o que fará de agora em diante. 

Não é de hoje que Gustavo Bebianno é visto como um desafeto do vereador  Carlos Bolsonaro . Afinal, o parlamentar carioca seria o responsável por advogar junto ao pai para que Bebianno tenha menos poder no governo federal, apesar de ocupar o cargo de confiança que ocupa.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Acusado de mentir, Bebianno diz que não pretende pedir demissão e aguarda Bolsonaro
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Tribunal do Acre mantém condenação de 29 anos de reclusão por crime sexual

Decisão aponta que os depoimentos somados a toda averiguação policial justificam a condenação arbitrada. O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *