Web Statistics
EXCLUSIVO: PGR diz que Raupp recebeu R$ 20 milhões de propina das usinas do Madeira | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Últimas / EXCLUSIVO: PGR diz que Raupp recebeu R$ 20 milhões de propina das usinas do Madeira

EXCLUSIVO: PGR diz que Raupp recebeu R$ 20 milhões de propina das usinas do Madeira

Procuradoria pediu ao STF que ex-senador de Rondônia responda na Justiça Federal do Rio de Janeiro

O futuro do ex-senador Valdir Raupp (MDB-RO), no que depender da Procuradoria Geral da República, será atrás das grades antes do fim deste ano. Em parecer de 8 páginas ao Supremo Tribunal Federal, a Procuradora Raquel Dodge pede que o inquérito 4433 que investiga pagamentos de propina ao ex-cacique do MDB seja encaminhado à Justiça Federal do Rio de Janeiro pela perda do foro.

No documento, a procuradora afirma que o ex-senador teria recebido aproximadamente R$ 20 milhões em espécie em troca de apoio político a ex-diretores das empresas Odebrecht e Andrade Gutierrez. Além disso, segundo delações feitas por réus da Lava Jato, “houve sistemático pagamento de propina para diversos agentes públicos, além de pagamentos a lideranças indígenas, sindicalistas e outros, como forma de arregimentar apoio para viabilizar a implantação de conjuntos de obras de interesse da ODEBRECHT e da ANDRADE GUTIERREZ no Rio Madeira (hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau).

Ex-senador Valdir Raupp

Ainda de acordo com a PGE, “os pagamentos a VALDIR RAUPP ocorreram por meio dos ex-diretores de Fumas, MÁRCIO PORTO (codinome “FLAMENGUISTA”), MÁRIO MÁRCIO HOGAR (codinome “TmcoLoR”) e MÁRCIO DE ALMEIDA ABREU (codinome “VADoso”). Foram apresentados documentos que apontam para pagamentos indevidos de aproximadamente R$ 20 milhões de reais”.

Delatores acusam o ex-senador de ter recebido R$ 20 milhões

O documento diz ainda, “em relação aos fatos envolvendo VALDIR RAUPP, destacam-se os Termos de Depoimento n°3, 6 e 10, de HENRIQUE SERRANO Do PRADO VALLADARES e o Termo de Depoimento n° 2, de AUGUSTO ROQUE DIAS FERNANDES FILHO. Neles, os colaboradores discorreram sobre pagamentos de propinas aos Diretores MÁRCIO PORTO (Diretoria de Construção) e MÁRIO MÁRCIO HOGAR (Diretoria de Engenharia)”.

Henrique Valladares foi um dos delatores contra o ex-senador

E continua, “no Termo de Depoimento n° 3, HENRIQUE VALLADARES afirmou que o pagamento de propina tinha por objetivo garantir a manutenção do apoio dos políticos que os indicaram e os sustentavam nos cargos que ocupavam na Diretoria de FURNAS, o que foi corroborado no seu Termo de Depoimento de n° 10. No Termo de Depoimento n° 6, VALLADARES discorreu sobre o pagamento de propina. Relatou que “assumiu com os dois [MÁRCIO PORTO e MÁRCIO HOGARI o compromisso de pagar até 20 milhões, conforme a necessidade, para que eles se mantivessem no cargo”.

PAINEL POLÍTICO tentou contato com o ex-senador mas não conseguiu localiza-lo para falar sobre as acusações.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:EXCLUSIVO: PGR diz que Raupp recebeu R$ 20 milhões de propina das usinas do Madeira
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Tribunal do Acre mantém condenação de 29 anos de reclusão por crime sexual

Decisão aponta que os depoimentos somados a toda averiguação policial justificam a condenação arbitrada. O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *