Página Inicial / Últimas / Câmara aprova urgência para votação da Lei Paulo Gustavo

Câmara aprova urgência para votação da Lei Paulo Gustavo

Projeto prevê liberação de R$ 3,8 bilhões para o setor cultural  

A Câmara dos Deputados aprovou um requerimento para que a Lei Paulo Gustavo seja votada o quanto antes, sem a necessidade de passar pelas comissões, como a de Constituição e Justiça (CCJ), presidida pela deputada Bia Kicis (PSL-RJ).

O projeto de lei (PL) é de autoria do senador Paulo Rocha (PA), líder do PT na Casa, e libera R$ 3,8 bilhões para amenizar os efeitos negativos econômicos e sociais da pandemia de covid-19 no setor cultural.

A urgência na apreciação da pauta no plenário da Câmara teria sido acertada entre a ministra de Estado Chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (PL), responsável pela articulação política do governo, e integrantes do Centrão. A proposta já recebeu o aval do Senado, e de acordo com o relator, o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), a verba para o custeio da lei deverá sair do superávit financeiro do Fundo Nacional da Cultura.

O PL foi batizado como “Lei Paulo Gustavo” em homenagem ao ator, morto este ano em consequência da covid-19. Antes da votação para aprovar o requerimento de urgência, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) pediu aos parlamentares que votassem contra à aprovação do projeto.

“Eu lamento que seja uma lei que leve o nome de um artista como Paulo Gustavo. Em que pese ser crítico do presidente Jair Bolsonaro, não merece ter o seu nome num projeto de lei que amanhã vai se transformar no ‘covidão da cultura’.”

O filho do presidente Jair Bolsonaro disse ainda que a prioridade deveria se concentrar em setores como saúde, educação e segurança. Já o Secretário Especial de Cultura, Mário Frias, se manifestou em suas redes sociais: “É lamentável que uma matéria tão claramente inconstitucional tenha sua urgência aprovada em votação simbólica, sem resistência”, escreveu.

Atualmente, cabe à Secretaria Nacional de Cultura decidir quais projetos serão financiados pelo governo. Com a aprovação da Lei Paulo Gustavo, essa decisão passará para as mãos de secretarias estaduais e municipais. O texto prevê que a União terá 90 dias após a publicação da lei para transferir os recursos para Estados, Distrito Federal e municípios que manifestarem interesse em custear ações culturais.

The post Câmara aprova urgência para votação da Lei Paulo Gustavo appeared first on Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Câmara aprova urgência para votação da Lei Paulo Gustavo
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

TikTok compartilha segredo de seus algoritmos com autoridades chinesas

Regulador de internet na China publica lista com 30 algoritmos de empresas como ByteDance, controladora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *