Página Inicial / Últimas / Moro marca Live no YouTube para revelar quanto ganhou na consultoria Alvarez & Marsal

Moro marca Live no YouTube para revelar quanto ganhou na consultoria Alvarez & Marsal

Pré-candidato do Podemos à Presidência da República, o ex-juiz Sergio Moro decidiu revelar os salários e benefícios financeiros que recebeu da consultoria americana Alvarez & Marsal, empresa que o contratou após ele ter deixado o Ministério da Justiça do governo Jair Bolsonaro. O anúncio será feito em uma live no YouTube na sexta-feira. O ex-juiz tem sido acossado por um processo no Tribunal de Contas da União (TCU) que apura se ele levou à iniciativa privada informações confidenciais da Operação Lava-Jato e de alguma maneira beneficiou sua empregadora, responsável por processos de administração judicial de empreiteiras pilhadas no petrolão.

Os valores dizem respeito a dois contratos firmados com os braços brasileiro e americano da A&M Disputas e Investigações, onde o ex-juiz atuou como consultor, prestador de serviços e diretor. O contrato brasileiro foi encerrado no dia 1º de junho de 2021; o americano em 31 de outubro passado, quando ele já havia decidido ingressar na carreira política e se lançar na corrida presidencial. “Não estou cedendo ao TCU. O TCU está abusando, mas quero ser transparente com a população brasileira, como toda pessoa pública deve ser”, disse Moro em suas redes sociais.

Desde que anunciada em novembro de 2020, a contratação de Moro pela consultoria tornou-se uma arma política contra o ex-juiz porque a empresa é responsável, entre outras atribuições, por gerir os processos de recuperação judicial das empreiteiras Odebrecht, OAS e Galvão Engenharia, todas investigadas por integrar o “Clube do Bilhão”, um cartel de construtoras acusado de combinar preços de obras e direcionar uma parte dos valores dos contratos para o pagamento de propinas a políticos e diretores da Petrobras. Na Lava-Jato, executivos das três acabaram fechando acordos de delação premiada e suas empresas se tornaram colaboradoras da Justiça por meio de acordos de leniência. Mas as três também bateram às portas do Judiciário para evitar que recebessem a decretação de falência. São nesses processos de administração judicial que a A&M atua e já recebeu por eles e por outros dois casos ligados à Lava-Jato – o da ex-Odebrecht Agroindustrial e a do Estaleiro Enseada – pelo menos 42,5 milhões de reais.

Sergio Moro vinha se negando a informar o valor dos seus honorários por considerar que se tratava de uma questão privada entre ele e seu empregador. Nos últimos dias, políticos começaram a se articular para criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a passagem do ex-juiz pela iniciativa privada e possíveis irregularidades em seu contrato com a Alvarez & Marsal, mas o próprio PT, artífice da CPI, desistiu da ideia.

A A&M sempre alegou que, ao contratar o ex-juiz da Lava-Jato, o colocou para atuar em uma área sem qualquer relação com os processos das empreiteiras, o que evitaria um possível conflito de interesses. Para setores do TCU que atuam no processo envolvendo Moro, no entanto, o simples fato de a empresa admitir que trabalhou para evitar um conflito de interesses já demonstraria que a contratação em si está envolta em conflitos de interesse, independentemente do montante que o ex-magistrado embolsou por seus trabalhos na consultoria.

Créditos: Veja.

The post Moro marca Live no YouTube para revelar quanto ganhou na consultoria Alvarez & Marsal appeared first on Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Moro marca Live no YouTube para revelar quanto ganhou na consultoria Alvarez & Marsal
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Fachin: Acatar resultado da eleição é inegociável

Ele também propôs que os espíritos sejam desarmados para que haja paz no processo eleitoral. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *