Página Inicial / Últimas / Sob protestos, nadadora transgênero vence prova nos EUA

Sob protestos, nadadora transgênero vence prova nos EUA

Lia Thomas se tornou, na quinta-feira, a primeira atleta transgênero a conquistar um campeonato universitário no país

A atleta Lia Thomas se tornou a primeira mulher transgênero a ganhar um campeonato universitário nos Estados Unidos, ao vencer a prova dos 500 metros livre de natação na última quinta-feira, 17.

A representante da Universidade da Pennsylvania venceu a prova em Atlanta com o tempo de 4min33s24, mais de um segundo à frente da segunda colocada, Emma Weyant. O evento é válido pela National Collegiate Athletic Association (NCAA), a principal liga universitária do esporte norte-americano.

“Eu não tinha muita expectativa para essa disputa. Eu estava apenas feliz de estar aqui e de competir da melhor forma que consigo”, afirmou Thomas à agência APdepois da vitória.

Do lado de fora do centro esportivo Georgia Tech McAuley Aquatic Center, enquanto a prova dos 500 metros livre transcorria, grupos se manifestavam contra e a favor da participação de Lia Thomas na competição entre mulheres.

Segundo a USA Swimming, entidade que administra as disputas de natação nos Estados Unidos, as mulheres transgênero devem manter um nível de testosterona abaixo de 5 nanomoles por litro (nml/l) por pelo menos 36 meses para poder competir. Já a Federação Internacional de Natação (Fina) ainda trabalha numa regulamentação própria sobre o tema.

Depois da vitória, Lia Thomas declinou de participar da entrevista coletiva oficial, alegando que sua intenção é evitar distrações e se concentrar na natação. No entanto, como o evento faz parte do protocolo do torneio, a atleta de 23 anos poderá enfrentar sanções da liga universitária.

Lia Thomas nasceu como William, começou a nadar aos 5 anos e competiu em provas masculinas até 2020. Desde a transição para as disputas femininas, realizada durante a pandemia do coronavírus, a atleta da Universidade da Pennsylvania tem atraído bastante atenção nos EUA e motivado discussões sobre a presença dos transgêneros no esporte norte-americano.

Em publicação no Twitter, Ana Paula Henkel, questionou a participação de Lia Thomas na competição de natação:

https://platform.twitter.com/widgets.js

The post Sob protestos, nadadora transgênero vence prova nos EUA appeared first on Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Sob protestos, nadadora transgênero vence prova nos EUA
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bola murcha: Fátima Bezerra “bate bola” com Francisco do PT e mostra que como jogadora é ainda pior do que como Governadora; VEJA VÍDEO

Viralizou na web um vídeo da Governadora Fátima Bezerra mostrando sua “habilidade” com a bola …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *