Página Inicial / Últimas / José Agripino diz que possibilidade de apoio ao PT é nenhuma 

José Agripino diz que possibilidade de apoio ao PT é nenhuma 

Imagem: reprodução/TV Tropical

O ex-senador e presidente estadual do União Brasil, José Agripino Maia, concedeu entrevista ao Jornal da Tropical desta sexta-feira (15) e falou sobre o cenário político no Rio Grande do Norte e no país, após a escolha de Luciano Bivar como o nome do partido para a eleição de 2022. O político destacou seu nome de apoio para o governo do estado e negou qualquer aliança com o PT.

Maia revelou que vai insistir para que o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira, seja candidato ao Executivo potiguar. Ele explicou os motivos pela escolha do peessedebista para o governo estadual.

“Eu pretendo ganhar a eleição com um candidato de centro. Qual era o candidato que estava encaminhando e eu não desisti? Ezequiel foi pré-candidato. Não conversou comigo. Até porque eu não precisarei conversar com ninguém para apoiar uma candidatura de centro em que eu confie. De repente manifesta-se a desistência. Eu vou insistir para que ele seja candidato. Eu voto nele e apoio ele“, declarou à apresentadora Margot Ferreira.

“Tenho certeza que os companheiros do União Brasil votam nele e apoiam ele. Acho que ele precisa repensar. Em função dos interesses do estado e da unanimidade que se construiu em torno dele, ele precisa voltar a ser candidato. Ele ganha a eleição, contará com meu apoio e aquilo que eu puder fazer pelo RN com os deputados que viemos a eleger e com um governador amigo, ele contará comigo“, completou a fala em apoio a Ezequiel Ferreira.

“A hipótese de eu estar perto do PT é nenhuma”

Ainda no cenário político estadual, José Agripino Maia rechaçou qualquer possibilidade de apoio ao PT, que atualmente detém a liderança do Executivo com a governadora Fátima Bezerra.

Estão falando muito que José Agripino ‘lulou’, que ‘está com o PT’”. A hipótese de eu estar perto do PT é nenhuma. A formação programática do PT, no plano local ou nacional, é frontalmente divergente da formulação programática de José Agripino. Eu jamais poderia, até pelas lutas que eu tive, estar ao lado do PT. Não é por indisposição pessoal. Eu sou um politico civilizado. Eu recebo a governadora, o candidato do solidariedade. Esqueça essa história de que José Agripino vai caminhar ao lado do PT. Por uma razão simples: nos separam formulação programática e ideológica“, assegurou.

A expectativa de José Agripino é que o União Brasil conquiste pelo menos duas vagas na Câmara dos Deputados e três cadeiras na Assembleia Lesgislativa do RN. “Vamos fazer dois deputados federais. É muito difícil não fazer. E três estaduais, pelo menos. É um número ousado, mas plenamente factível. Temos vários candidatos. Contamos com cinco mulheres, além de outros nomes, como Paulinho Freire, Leonardo Rego, Benes Leocádio. São candidatos de grande categoria e que vão puxar nossa nominata com vontade“, completou.

Portal da Tropical

The post José Agripino diz que possibilidade de apoio ao PT é nenhuma  appeared first on Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:José Agripino diz que possibilidade de apoio ao PT é nenhuma 
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

PT defende envio de bilhões do BNDES para financiar obras de governos ditatoriais

A ex-presidente da Caixa Econômica Federal e ex-ministra do Planejamento Miriam Belchior, defendeu o envio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *