terça-feira ,27 fevereiro 2024
Página Inicial / Últimas / URGENTE: Suprema Corte de Michigan rejeita ação e mantém Trump elegível para concorrer à presidência dos EUA

URGENTE: Suprema Corte de Michigan rejeita ação e mantém Trump elegível para concorrer à presidência dos EUA

A Suprema Corte do estado de Michigan, nos Estados Unidos, rejeitou uma tentativa de remover o ex-presidente Donald Trump da votação de 2024 com base na “proibição insurrecionalista” da Constituição dos EUA.

O resultado, que era geralmente esperado, contrasta com a recente decisão do Supremo Tribunal do Colorado, que determinou que Trump não poderia disputar as primárias devido ao seu papel na invasão ao Capitólio em 6 de janeiro. A decisão foi suspensa, mas ainda cabe um recurso.

Com estas decisões divergentes, os esperados recursos para o Supremo Tribunal dos EUA tornam-se ainda mais críticos, especialmente à medida que o país se aproxima das primárias de 2024.

Ao contrário do Colorado, o processo de Michigan não foi a julgamento e foi arquivado no início do processo. Um tribunal intermediário de apelações manteve a decisão de arquivar o caso por motivos processuais.

O juiz do Tribunal de Reivindicações de Michigan que recebeu o caso disse que a lei estadual não dá às autoridades eleitorais qualquer margem de manobra para policiar a elegibilidade dos candidatos às primárias presidenciais. Ele também disse que o caso levantava uma questão política que não deveria ser decidida nos tribunais.

A sua decisão foi mantida pelo Tribunal de Apelações do Michigan, que afirmou: “Neste momento, o único evento prestes a ocorrer são as eleições primárias presidenciais. Mas, conforme explicado, o fato de Trump ser desqualificado é irrelevante para sua colocação naquela votação específica.”

A ordem da Suprema Corte de Michigan não foi assinada e o tribunal não divulgou a contagem dos votos.

Ao contrário do Colorado, os tribunais do Michigan rejeitaram o caso inteiramente por motivos processuais, não avaliando se o dia 6 de janeiro foi uma insurreição e se Trump se envolveu nela.

Um dos juízes de Michigan escreveu na quarta-feira (27) por que a corte do estado agiu diferentemente do Colorado.

Os adversários anti-Trump “não identificaram nenhuma disposição análoga na Lei Eleitoral de Michigan que exija que alguém que pretenda o cargo de Presidente dos Estados Unidos ateste a sua qualificação legal para ocupar o cargo”, escreveu a juíza Elizabeth Welch, comparando o código eleitoral de Michigan com o do Colorado.

Ratificada após a Guerra Civil, a 14ª Emenda diz que os funcionários que prestam juramento de defender a Constituição são banidos de futuros cargos caso “se envolvam numa insurreição”.

A disposição foi usada para desqualificar milhares de ex-confederados. Mas só foi aplicado duas vezes desde 1919, e a redação vaga não menciona a presidência.

A ação judicial de Michigan foi movida em setembro por uma organização de defesa, a Free Speech For People, em nome de um grupo de eleitores.

O processo também buscou uma contestação malsucedida da 14ª Emenda contra Trump em Minnesota, e recentemente abriu um novo caso em Oregon. O processo no Colorado foi iniciado por um grupo separado de tendência liberal.

CNN Brasil

O post URGENTE: Suprema Corte de Michigan rejeita ação e mantém Trump elegível para concorrer à presidência dos EUA apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:URGENTE: Suprema Corte de Michigan rejeita ação e mantém Trump elegível para concorrer à presidência dos EUA
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bolsonaro se reuniu com Temer para alinhar discurso de ato na Paulista, diz site

Daniel Ferreira/Metrópoles Após reunião com Bolsonaro, Temer procurou ministros do STF para afiançar que ex-presidente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *