segunda-feira ,26 fevereiro 2024
Página Inicial / Últimas / Macêdo admite uso de dinheiro público em Carnaval: “Erro formal”

Macêdo admite uso de dinheiro público em Carnaval: “Erro formal”

Isabella Cavalcante / Metrópoles

O chefe da Secretaria-Geral da Presidência informou que determinou sindicância para apuração dos fatos e ressarcimento ao erário

O chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo, admitiu que houve “um erro formal” no uso de dinheiro público para que três assessores acompanhassem o ministro em Carvanal fora de época em Aracaju (SE), como mostrou o Metrópoles.

“Houve um erro formal do meu gabinete, isso nunca mais se repetirá. Três assessores foram para Aracaju, e utilizaram passagens e recursos públicos”, afirmou Macêdo nesta quinta-feira (11/1).

O ministro determinou sindicância para apuração dos fatos e ressarcimento ao erário. A investigação irá durar 60 dias, no máximo, e o ministro não é alvo dela.

Segundo ele, o gabinete informou que a devolução do dinheiro já ocorreu, “porque não pode ter prejuízo”.

Macêdo destacou que sabia que os assessores estavam em Aracaju, mas que não tinha ciência de que estavam recebendo recursos públicos. Ele ainda admitiu que os valores foram gastos sem que houvesse agenda para os assessores no local. “Isso não pode acontecer, tem de ser corrigido”, ressaltou.

O ministro explicou que viajou com recursos próprios. “Paguei minhas passagens em voo comercial, fora do expediente, e fui num final de semana, agenda particular, e não recebi diárias para isso, queria que ficasse muito claro, objetivo”, completou.

Entenda o caso

Levantamento do Metrópoles junto ao Portal da Transparência revelou que a ida dos assessores à capital de Sergipe entre 2 e 6 de novembro de 2023 custou, no total, R$ 18.557 ao erário.

As despesas foram autorizadas pelo Ministério de Gestão e Inovação e pela Presidência da República.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a emissão das passagens foi uma das discordâncias que culminaram no pedido de demissão de Maria Fernanda Ramos Coelho, então número 2 da Secretaria-Geral da Presidência. Com a recusa, o próprio ministro teria autorizado a ida dos servidores à cidade.

O ministro teria justificado que os servidores acompanhariam uma atividade no Instituto Renascer Para a Vida. No entanto, a agenda oficial de Márcio não registra compromissos oficiais entre 2 e 5 de novembro.

O post Macêdo admite uso de dinheiro público em Carnaval: “Erro formal” apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Macêdo admite uso de dinheiro público em Carnaval: “Erro formal”
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bolsonaro se reuniu com Temer para alinhar discurso de ato na Paulista, diz site

Daniel Ferreira/Metrópoles Após reunião com Bolsonaro, Temer procurou ministros do STF para afiançar que ex-presidente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *