Página Inicial / Últimas / Lula e Bolsonaro viram pauta no BBB durante discussão; Saiba mais

Lula e Bolsonaro viram pauta no BBB durante discussão; Saiba mais

As críticas de um dos participantes do programa Big Brother Brasil ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e às políticas de prevenção ao porte de armas levantaram debate e polêmica na casa do reality show nesta quarta-feira (17).

Ao comentar sobre um assalto que teria sofrido, Nizam, um dos integrantes do elenco, defendeu o armamento da população e disse que os criminosos não seriam presos porque Lula é o presidente. Momento depois, em uma conversa reservada, a postura foi duramente condenada por Luigi e MC Bin Laden.

“O Nizam ali chapou [falou algo fora da realidade]. Já foi comprovado, muita gente com depressão, ansiedade, psicologicamente [o Brasil] não é nem um país preparado para o porte de arma”, afirmou o MC. Na Sequência, ele ressaltou, “Ele estava defendendo o Bozo, tá ligado, né?”, se referindo a Jair Bolsonaro (PL).

Luigi pediu para que o colega não citasse o ex-presidente, lembrando que a política é um assunto que costuma ser evitado dentro da casa do BBB. Ainda assim, ele endossou a percepção negativa sobre as afirmações de Nizam. “Aquele papo foi o suficiente para mim. Eu e você que viemos da favela? Nós vemos o bagulho rolando. Logo para nós?”

MC Bin Laden concordou e disse que as afirmações de Nizan foram a gota d’água. “Eu vou defender arma? Prefiro defender livro e educação.”

Números

A percepção exposta por Nizam, que relaciona o porte de armas a mais segurança para a população, não é incomum. No entanto, pesquisas e estudos já comprovaram que o resultado é justamente o contrário. Sociedades com maior circulação de armamentos são mais violentas.

No Brasil, o governo de Jair Bolsonaro facilitou o acesso a licenças para caçadores, colecionadores e atiradores desportivos (CAC). Os anos de políticas de controle mais brandas levaram a um aumento significativo de roubo de armas, que acabam no crime organizado.

Somente no ano passado, de acordo com dados obtidos pelo jornal O Globo, a média desse tipo de ocorrência foi superior a 120 por mês. Além disso, também houve alta nos crimes cometidos pelos próprios CACs, com destaque para o feminicídio e a violência doméstica.

Durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), entre 2019 e 2022, mais de um milhão de armas foram registradas. No total, 1.354.751 novos armamentos entraram em circulação nesse período, segundo dados colhidos por meio da Lei de Acesso à Informação, analisados pelo Instituto Sou da Paz e Instituto Igarapé.

No ano passado, os novos registros de armas de fogo para uso pessoal no Brasil despencaram e chegaram ao menor resultado desde 2004. Segundo dados do Sistema Nacional de Armas (Sinarm), foram 20.822 cadastros, uma queda de 82% em relação ao ano anterior, o último da gestão de Jair Bolsonaro (PL).

Fonte: Brasil de Fato.

O post Lula e Bolsonaro viram pauta no BBB durante discussão; Saiba mais apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Lula e Bolsonaro viram pauta no BBB durante discussão; Saiba mais
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Campos Neto diz que está disposto a debater PEC com governo Lula

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, demonstrou abertura para negociar com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *