Página Inicial / Últimas / As mensagens que levaram a PF à casa de Carlos Jordy

As mensagens que levaram a PF à casa de Carlos Jordy

Foto: Myke Sena / Câmara dos Deputados

Deputado manteve contato “que extrapolaria fins políticos” com manifestantes que lideravam mobilizações em quartéis, segundo investigadores

Na representação que enviou ao ministro Alexandre de Moraes —e que motivou a fase da operação Lesa-Pátria que mira o deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ; foto)—, o Ministério Público Federal (MPF) diz que o deputado mantinha troca constante de mensagens com lideranças de direita. Um deles, Carlos Victor de Carvalho, seria um dos financiadores dos atos de 8 de janeiro de 2023.

O vínculo entre Jordy e CVC é definido, nas 13 páginas do documento, como algo “extrapola eventuais fins políticos partidários [sic], demonstrando intenção de ordenar a prática de crimes contra o Estado Democrático de Direito.”

“Bom dia meu líder”, disse CVC a Jordy em um dos registros. Ele completou: “Qual direcionamento você pode me dar? Tem poder de parar tudo”.

As mensagens foram trocadas enquanto ocorriam bloqueios de rodovias pelo Brasil, segundo o relatório do MPF. O documento também destaca que Jordy falou por telefone com CVC enquanto ele já estava foragido.

Carvalho é ex-assessor do deputado estadual pelo Rio de Janeiro Fillipe Poubel (PL) e chegou a ser candidato a vereador em Campos dos Goytacazes (RJ). Na cidade, CVC chegou a participar da organização de atos em protesto.

“Ditadura”

Mais cedo, ao comentar a operação contra si, Jordy (que é líder da Oposição na Câmara), chamou de “ditadura” a operação“Eu estava dormindo com a minha filha e com a minha esposa e fui acordado pela Polícia Federal. Os agentes até foram bem-educados, mas eles disseram que estavam apenas fazendo o trabalho deles. Eu não sabia do que se tratava até ver as notícias”,disse o parlamentar.

“É inacreditável o que nós estamos vivendo. Esse mandado de busca e apreensão determinado pelo ministro Alexandre de Moraes é uma constatação de que estamos vivendo em uma ditadura. Eu, em momento algum do 8 de janeiro, incitei, falei para as pessoas que aquilo era correto. Em momento algum estive nos quartéis-generais e nunca apoiei nenhum tipo de ato anterior ou depois do 8 de janeiro”, acrescentou.

Deltan Dallagnol, o ex-deputado e ex-procurador da Operação Lava Jato, saiu em defesa do parlamentar. O líder do PL no Senado, Carlos Portinho (RJ), cobrou maior engajamento de Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Congresso, no caso.

O Antagonista

O post As mensagens que levaram a PF à casa de Carlos Jordy apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:As mensagens que levaram a PF à casa de Carlos Jordy
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Campos Neto diz que está disposto a debater PEC com governo Lula

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, demonstrou abertura para negociar com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *