Página Inicial / Últimas / Boulos promete gestão igualitária, mas emprega e paga mais a homens

Boulos promete gestão igualitária, mas emprega e paga mais a homens

foto: Divulgação/Leandro Paiva (@leandropaivac)

Gabinete de Guilherme Boulos na Câmara dos Deputados tem 50% mais homens do que mulheres; média salarial delas também é inferior

Pré-candidato à Prefeitura da capital paulista, o deputado federal Guilherme Boulos (PSol) prometeu que, caso seja eleito, metade do seu secretariado será feminino. No entanto, em seu gabinete na Câmara dos Deputados há 50% mais homens contratados e com média salarial superior a das mulheres.

Em 8 de março, data na qual é celebrado o Dia Internacional das Mulheres, Boulos anunciou junto de sua vice na chapa, a ex-prefeita Marta Suplicy (PT), que além da igualdade de gênero nas secretarias, ele também atuará pela equiparação salarial entre homens e mulheres.

“Temos que trazer pontos da igualdade salarial entre homens e mulheres. Aqui em São Paulo, com a gente governando, vai ter que pegar a lei da igualdade salarial”, disse Boulos.

No entanto, segundo informações do portal da Câmara, atualmente há 15 assessores lotados no gabinete de Boulos: nove homens e seis mulheres.

Em janeiro deste ano, mês da última atualização pública das remunerações, a média salarial dos funcionários homens foi calculada pelo Metrópoles em torno de R$ 8,6 mil, enquanto a das mulheres foi de R$ 6,8 mil.

Já a média salarial de todo o gabinete foi calculada em R$ 7,4 mil.

Os salários no gabinete de Boulos

Cada deputado recebe R$ 118,3 mil mensais para contratar entre cinco e 25 secretários parlamentares. O piso salarial das categorias é definido de acordo com uma tabela fornecida pela própria Câmara.

É prerrogativa dos parlamentares escolher a quantidade de funcionários que serão lotados em seus gabinetes. Mas entre os nove assessores que recebem acima do piso de seus respectivos cargos, seis são homens e apenas três são mulheres.

O assessor mais bem remunerado de Boulos, por exemplo, recebe, em valores brutos, R$ 14,3 mil por um cargo cujo piso é de R$ 7,4 mil. Já a mulher mais bem paga recebe R$ 9,8 mil em um posto de remuneração mínima de R$ 4,9 mil.

Procurada pelo Metrópoles, a assessoria de Boulos não retornou até a publicação desta reportagem. O espaço segue aberto para manifestação.

Metrópoles

O post Boulos promete gestão igualitária, mas emprega e paga mais a homens apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Boulos promete gestão igualitária, mas emprega e paga mais a homens
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Avança no Congresso projeto que tira sigilo dos dados de pedófilos

Marcello Casal/Agência Brasil) Projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *