Página Inicial / Últimas / Menos de 20% dos brasileiros acredita que 8 de janeiro foi tentativa de golpe

Menos de 20% dos brasileiros acredita que 8 de janeiro foi tentativa de golpe

Imagem: TON MOLINA/ESTADÃO CONTEÚDO

A pesquisa da AtlasIntel também mostrou que democracia é defendida por 80% dos entrevistados.

A pesquisa da AtlasIntel também mostrou que democracia é defendida por 80% dos entrevistados.

Uma pesquisa da Atlasintel, divulgada nessa segunda-feira (08), avaliou a opinião pública a respeito dos atos do dia 08 de janeiro de 2023, um ano após o ocorrido. Segundo o levantamento, uma parcela de 18,8% dos entrevistados acredita que a principal motivação dos ataques foi uma tentativa de golpe de estado, destoando da abordagem das autoridades na cerimônia que relembrou o episódio.

A pesquisa revelou também que, apesar de menos de 20% acreditarem em tentativa de golpe de estado, 74,2% dos brasileiros discordam da atuação dos manifestantes que ocuparam o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal. Enquanto isso, 14,6% concordam com as ações dos manifestantes e 11,2% não souberam ou preferiram não responder.

Para 34,2%, “fanatismo político e polarização” foi a principal motivação por trás dos ataques. Na sequência vem “fraude eleitoral”, com 20,8%, “tentativa de golpe de Estado”, com 18,8% e “Manipulação de terceiros”, com 12,2%.

Para 59% dos entrevistados, a invasão do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do STF foi “completamente injustificada”, o que representa um aumento de 6 ponto percentual em relação à pesquisa feita em 2023, quando o percentual era de 53%. Outros 15% disseram ser “parcialmente justificada”. No ano passado, esse número marcava 28%.

Risco à democracia

A pesquisa também identificou que 43,3% dos entrevistados julgaram que a democracia brasileira correu algum risco por conta das ações, enquanto 15,9% julga que houve algum risco, mas não tão alto e 13,1% não soube responder. A pesquisa entrevistou 1.200 pessoas de 7 a 8 de janeiro de 2024, de maneira online.

Cerimônia de um ano dos atos

O Governo Federal promoveu uma cerimônia nessa segunda-feira (08), como uma maneira de lembrar os ataques, um ano após o ocorrido. O tom dos discursos das autoridades foi de que a manifestação foi, sim, um atentado contra a democracia. O presidente Lula, inclusive, falou que “não há perdão para quem atenta contra seu país”.

O post Menos de 20% dos brasileiros acredita que 8 de janeiro foi tentativa de golpe apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Menos de 20% dos brasileiros acredita que 8 de janeiro foi tentativa de golpe
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bolsonaro diz que o Brasil elegeu um presidente que é “amante de ditaduras”; VEJA VÍDEO

Jair Bolsonaro, em um evento no Rio, expressou sua opinião sobre o atual presidente. Segundo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *