Página Inicial / Últimas / AGORA: Milícia do Rio proíbe entrada veículos de aplicativos de transportes em regiões dominadas

AGORA: Milícia do Rio proíbe entrada veículos de aplicativos de transportes em regiões dominadas

Foto: Reprodução

Segundo moradores, a organização criminosa local tem serviço de internet e TV a cabo. Para aumentarem o número de clientes, costumam sabotar a presença de operadoras, como a Claro, seja retirando cabos ou as caixas de sinal. Intimidadas, elas deixam de atender a região, e os moradores, para não ficarem a esmo, acabam contratando os pacotes da milícia. 

Ao avisar sobre a falta de internet em sua casa, Renato (nome fictício) recebeu um aviso, pelo aplicativo da Claro, de que a região “enfrenta problemas de segurança pública’”. Ele conta também que já viu pessoas, como se fossem de equipes de manutenção, mexendo em postes de luz e nas caixas de sinal, mas não usavam identificação nem uniforme com logo de empresas. 

Mensagem em aplicativo da Claro — Foto: Reprodução
Mensagem em aplicativo da Claro — Foto: Reprodução

— A gente acha suspeito, mas não fala nem denuncia nada. Já vi pessoas em prestação de serviços mexendo nos cabeamentos dos postes, mas não usavam uniforme nem nada que identificasse a empresa onde trabalham — diz. Segundo ele, alguns moradores da Rua Albano estão sem internet desde novembro. 

Em nota, a Conexis disse que “em alguns estados, o problema do roubo e vandalismo de cabos, geradores, baterias, entre outros equipamentos, se soma ao bloqueio de acesso das equipes das prestadoras para a manutenção de seus equipamentos, usados para a prestação do serviço. As operadoras ficam sem acesso aos equipamentos e são impedidas de dar a manutenção necessária à prestação do serviço”. Já a Claro avisou que “a caixa furtada foi reparada e os serviços fornecidos por meio deste equipamento foram restabelecidos nesta quarta-feira”. 

Carros de aplicativos não entram

Na Gardênia Azul, também na Zona Oeste, uma pichação no asfalto de uma rua próxima à comunidade do Marcão proíbe a entrada de veículos da Uber e 99. A região, antes dominada integralmente pela milícia, também sofre com a atuação do Comando Vermelho, que começou a invadir as comunidades em dezembro de 2022. A proibição dos carros de aplicativos, segundo moradores, pode ser pela concorrência com os mototáxis. 

Pichação na Gardênia Azul, Zona Oeste. — Foto: Reprodução
Pichação na Gardênia Azul, Zona Oeste. — Foto: Reprodução

Uma moradora, que não quis se identificar, conta que, em outros pontos da Gardênia, como na Avenida Isabel Domingues, conhecida localmente por Via 7, a proibição é apenas para motos. Contudo, devido ao medo, motoristas de carro também tem evitado a região. 

No Twitter, uma postagem sobre o caso viralizou. Nela, diversas pessoas reclamam da interferência dos grupos criminosos no local. 

“Hoje, infelizmente, acabou o respeito com o trabalhador. O tráfico tá viajando na maionese. Antigamente, ‘batia neurose’ com quem oferecia perigo, agora, afeta trabalhador”, afirma uma publicação.

O post AGORA: Milícia do Rio proíbe entrada veículos de aplicativos de transportes em regiões dominadas apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:AGORA: Milícia do Rio proíbe entrada veículos de aplicativos de transportes em regiões dominadas
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bolsonaro diz que o Brasil elegeu um presidente que é “amante de ditaduras”; VEJA VÍDEO

Jair Bolsonaro, em um evento no Rio, expressou sua opinião sobre o atual presidente. Segundo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *