Página Inicial / Últimas / Pacheco reage após Valdemar o chamar de ‘frouxo’

Pacheco reage após Valdemar o chamar de ‘frouxo’

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), respondeu aos comentários do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmando que o parlamentar era “frouxo” e “omisso” por permitir as ações da PF no Congresso e por não pedir o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

“Difícil manter algum tipo de diálogo com quem faz da política um exercício único para ampliar e obter ganhos com o fundo eleitoral e não é capaz de organizar minimamente a oposição para aprovar sequer a limitação de decisões monocráticas do STF. E ainda defende publicamente impeachment de ministro do Supremo para iludir seus adeptos, mas, nos bastidores, passa pano quando trata do tema”, disse Pacheco em resposta a Valdemar.

Valdemar subiu o tom contra Pacheco nesta quinta-feira (25). Os agentes chegaram por volta das 6h30 da manhã desta quinta-feira ao gabinete do parlamentar Alexandre Ramagem na Câmara dos Deputados. O deputado do partido de Bolsonaro é alvo da PF em uma operação que o investiga por um suposto monitoramento ilegal que teria sido feito pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) no período em que a chefiou.

Nas redes, ele criticou a entrada da PF no gabinete, afirmando que o presidente do Congresso deveria tomar providências. “Isso é pura perseguição e pode acabar elegendo o Ramagem com mais facilidade no Rio de Janeiro”.

O presidente do PL ainda afirmou nesta quinta-feira que a operação da PF era uma é uma perseguição ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

— É mais uma perseguição do ministro Alexandre de Moraes contra bolsonaristas e a direita do país. Mas, isto só ocorre pelo fato de termos um presidente do Congresso frouxo. O Rodrigo Pacheco deveria agir pelo impeachment dele. A função do Ramagem, à frente da Abin sempre foi investigar — disse Valdemar.

Ao GLOBO, Valdemar complementou:

— Precisamos acabar com essa pouca vergonha de termos a toda semana deputado tendo a sua casa invadida pela PF e gabinetes devassados. O parlamento está sendo desrespeitado e o Pacheco está sendo omisso.

Valdemar se refere à operação da semana passada contra o deputado e pré-candidato à prefeitura de Niterói (RJ), Carlos Jordy. O parlamentar foi alvo de busca e apreensão na 24ª fase da Operação Lesa Pátria, que apura os ataques do 8 de janeiro.

O Globo

O post Pacheco reage após Valdemar o chamar de ‘frouxo’ apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Pacheco reage após Valdemar o chamar de ‘frouxo’
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Pesquisa mostra força da chapa Tarcísio e Michelle; VEJA NÚMEROS

Na pesquisa realizada pela Genial/Quaest, um achado significativo é o potencial de votos de Tarcísio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *