Página Inicial / Últimas / Em carta a Bolsonaro, 1º ministro de Israel critica Lula; veja imagem

Em carta a Bolsonaro, 1º ministro de Israel critica Lula; veja imagem

Imagem cedida à coluna Igor Gadelha

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, enviou uma carta convidando o ex-presidente Jair Bolsonaro a visitar aquele país

Em meio ao conflito com o grupo terrorista Hamas na Faixa de Gaza, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, enviou uma carta a Jair Bolsonaro convidando o ex-presidente brasileiro a visitar o país. No documento, ao qual a coluna teve acesso, o líder israelense faz críticas a Lula.

Sem mencionar o nome do petista, Netanyahu escreveu que o atual presidente brasileiro fez “acusações ultrajantes” contra as operações do exército israelense em Gaza. A menção foi uma referência à declaração em que Lula comparou o assassinato de civis palestinos por Israel ao Holocausto.

“Ainda ontem (25/2), você demonstrou sua solidariedade ao povo e ao Estado de Israel, agitando orgulhosamente a bandeira israelense num comício em São Paulo. Esta foi uma rejeição clara e moralmente sólida às acusações ultrajantes de seu sucessor contra as operações das FDI (Forças de Defesa de Israel) em Gaza”, escreveu o primeiro-ministro, em tradução livre feita pela coluna.

O documento foi enviado pelo primeiro-ministro israelense em inglês e está datado do dia 26 de fevereiro, um dia após Bolsonaro participar do ato na Avenida Paulista, em São Paulo, em seu desagravo. No evento, o ex-presidente subiu no trio elétrico segurando uma bandeira de Israel.

Na carta, Netanyahu afirma ainda que a relação entre Brasil e Israel atingiu “novos patamares” no governo Bolsonaro. “Sua amizade é ainda mais importante em tempos de crise e de guerra e, portanto, convido você e sua família a visitar Israel para demonstrar sua solidariedade ao povo de Israel”, escreveu.

Bolsonaro precisará de autorização do STF para viajar

Para ir a Israel, porém, Bolsonaro precisará de autorização do Supremo Tribunal Federal (STF). Isso porque, desde 8 de fevereiro, o ministro Alexandre de Moraes mandou apreender o passaporte do ex-presidente e o proibiu de deixar o país. O pedido para viagem será feito pela defesa de Bolsonaro nos próximos dias.

Além do ex-presidente, Netanyahu convidou governadores brasileiros de direita a visitarem Israel. Entre eles, Tarcísio de Freitas (São Paulo), Ronaldo Caiado (Goiás), Romeu Zema (Minas Gerais) e Cláudio Castro (Rio de Janeiro). Até agora, porém, somente Tarcísio e Caiado confirmaram presença.

O post Em carta a Bolsonaro, 1º ministro de Israel critica Lula; veja imagem apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Em carta a Bolsonaro, 1º ministro de Israel critica Lula; veja imagem
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Avança no Congresso projeto que tira sigilo dos dados de pedófilos

Marcello Casal/Agência Brasil) Projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *