Página Inicial / Últimas / Trump declara guerra ao Facebook e a empresa Meta derrubando as ações da empresa em aproximadamente 60 bilhões

Trump declara guerra ao Facebook e a empresa Meta derrubando as ações da empresa em aproximadamente 60 bilhões

foto: Getty Images

O Facebook mais uma vez se encontra na mira do ex-presidente dos EUA, Donald Trump. E isso está deixando alguns investidores de Wall Street nervosos.

A Meta Platforms (META), proprietária do Facebook e uma das estrelas da recente recuperação do mercado, caiu cerca de 4% nesta segunda-feira (11), depois que Trump ligou para a CNBC e rotulou o Facebook de “inimigo do povo”.

As ações da Meta também recuaram 1,2% na sexta-feira (8), após uma postagem de Trump no Truth Social onde o ex-presidente criticou o Facebook como “um verdadeiro inimigo do povo!”

A avaliação de mercado da Meta caiu em mais de US$ 60 bilhões desde o início dos ataques de Trump na noite de quinta-feira (7).

Nenhuma notícia importante parece ter impulsionado a venda do Meta, a não ser a condenação do ex-presidente e sua possível releição.

“Isso tem tudo a ver com os comentários do ex-presidente Trump”, disse Gil Luria, analista da D.A. Davidson, à CNN.

Ela acrescenta que “o Facebook tem passado por ondas de ser arrastado para o debate político — e isso nunca é um bom presságio para eles”.

Trump surpreendeu a muitos na semana passada ao reverter sua posição em relação ao TikTok e se posicionar contra a proibição do TikTok que muitos no Congresso — incluindo muitos republicanos — estão pressionando.

O ex-presidente argumenta que a proibição do TikTok ajudaria o Facebook, empresa com a qual ele tem um longo histórico de batalhas.

“O que eu não gosto é que, sem o TikTok, você pode tornar o Facebook maior, e eu considero o Facebook um inimigo do povo, com grande parte da mídia”, disse Trump à CNBC na manhã de segunda-feira, antes da abertura dos mercados dos EUA.

O Facebook impôs uma proibição de dois anos a Trump na esteira do motim de 6 de janeiro de 2021 no Capitólio.

A Meta restabeleceu as contas de Trump no Facebook e no Instagram somente em fevereiro de 2023.

“Acho que o Facebook tem sido muito desonesto. Acho que o Facebook tem sido muito ruim para o nosso país, especialmente quando se trata de eleições”, disse Trump.

A Meta não respondeu a um pedido de comentário.

Os investidores estão claramente percebendo os ataques do republicano. Em um determinado momento, as ações da Meta caíram cerca de 5% na segunda-feira, deixando-as no caminho certo para o pior dia desde dezembro de 2022.

Luria, analista da DA Davidson, disse que os comentários de Trump levantam preocupações sobre o Facebook se tornar um alvo de Washington mais uma vez.

“Quando um candidato presidencial se refere a eles como o inimigo do povo, isso realmente os traz de volta ao centro do debate — onde não estavam há alguns anos “, disse.

Especificamente, Luria disse que Trump, se eleito presidente, poderia pressionar o Facebook, tornando mais difícil para a Meta fazer aquisições no futuro.

As aquisições anteriores do Instagram e do WhatsApp pela empresa foram fundamentais para seu crescimento.

Ela analisa que “se a empresa não puder comprar a próxima grande novidade no futuro, terá dificuldade para competir”.

“Há coisas muito impactantes que um presidente pode fazer, sem mencionar o uso do poder do pódio para limitar a atratividade de uma empresa para uma determinada base de eleitores”, acrescentou.

É claro que o próprio Trump está muito envolvido com a mídia social.

Recentemente, os órgãos reguladores dos EUA deram sinal verde para uma fusão polêmica entre o proprietário do Truth Social, Trump Media & Technology Group, e uma empresa de cheque em branco.

Se aprovada pelos acionistas no final deste mês, Trump teria uma participação dominante na nova empresa de capital aberto que poderia valer bilhões.

A Câmara dos Deputados deve votar esta semana um projeto de lei que daria ao TikTok cerca de cinco meses para se separar de sua empresa-mãe ligada à China, caso contrário, as lojas de aplicativos nos Estados Unidos seriam proibidas de hospedar o aplicativo em suas plataformas.

O presidente Joe Biden disse que está preparado para assinar o projeto de lei do TikTok se ele for aprovado no Congresso.

CNN

O post Trump declara guerra ao Facebook e a empresa Meta derrubando as ações da empresa em aproximadamente 60 bilhões apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Trump declara guerra ao Facebook e a empresa Meta derrubando as ações da empresa em aproximadamente 60 bilhões
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Avança no Congresso projeto que tira sigilo dos dados de pedófilos

Marcello Casal/Agência Brasil) Projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *