Página Inicial / Últimas / Suprema Corte dos EUA julgará se Trump pode ser considerado inelegível

Suprema Corte dos EUA julgará se Trump pode ser considerado inelegível

06/11/2023 REUTERS/Brendan McDermid/Pool 

Sustentações orais estão marcadas para 8 de fevereiro; isso acontece após ex-presidente recorrer de decisão da Suprema Corte do Colorado

A Suprema Corte dos Estados Unidos disse nesta sexta-feira (5) que revisará a decisão da Suprema Corte do Colorado de tornar o ex-presidente Donald Trump inelegível das eleições no estado.

O tribunal marcou as sustentações orais para 8 de fevereiro.

A decisão de ouvir o caso leva os nove juízes para o meio dos conflitos das eleições presidenciais de 2024, na iminência das primeiras disputas das eleições primárias. Isso também representa o envolvimento mais significativo do tribunal em uma corrida presidencial desde que decidiu, há 23 anos, no caso Bush x Gore.

A resolução da Suprema Corte do Colorado no mês passado praticamente fez com que os juízes federais tivessem que assumir o caso e resolver a controversa questão de saber se Trump pode ser considerado inelegível.

Candidatura corre risco em outros estados

Embora a decisão do Colorado se aplique apenas a esse estado, os tribunais de várias outras unidades federativas também analisaram as contestações à elegibilidade de Trump, embora nenhum caso desse tipo tenha chegado tão longe como o do Colorado.

Na semana passada, o secretário de Estado do Maine impediu Trump de participar das eleições primárias do estado em 2024, e a equipe do ex-presidente recorreu da decisão na terça-feira no tribunal estadual.

A Suprema Corte do Oregon também poderá em breve decidir sobre uma tentativa de tornar Trump inelegível no estado devido ao seu papel na insurreição de 6 de janeiro de 2021, o ataque contra o Capitólio, ressaltando a necessidade urgente de os juízes em Washington agirem rapidamente no caso do Colorado.

Entenda o caminho jurídico

A decisão do Colorado está suspensa, enquanto se aguarda a resolução do caso pela Suprema Corte dos EUA, e o principal funcionário eleitoral do estado enfrenta o prazo desta sexta-feira (5) para certificar as votações primárias no estado.

Se os juízes concluírem que Trump é inelegível para cargos públicos antes das primárias do Colorado, que acontecerão em 5 de março, quaisquer votos dados a seu favor não serão contados.

Trump recorreu da decisão do Colorado à Suprema Corte dos EUA na quarta-feira, uma semana depois de o Partido Republicano do estado também ter pedido aos juízes que ouvissem o caso.

A decisão por 4 votos a 3 no mês passado ressaltou que Trump é constitucionalmente inelegível para concorrer em 2024, porque a 14ª Emenda proíbe que insurgentes ocuparem cargos cobre sua conduta em 6 de janeiro de 2021.

“Em nosso sistema de ‘governo do povo, pelo povo, [e] para o povo’, a decisão do Colorado não é e não pode ser correta”, escreveram os advogados do ex-presidente em sua petição ao tribunal.

“A Suprema Corte do Colorado errou na forma como descreveu o papel do presidente Trump nos eventos de 6 de janeiro de 2021”, argumentaram no processo.

“Não foi uma ‘insurreição’, e o Presidente Trump não se ‘engajou’ de forma alguma numa ‘insurreição’”, destacaram.

O post Suprema Corte dos EUA julgará se Trump pode ser considerado inelegível apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Suprema Corte dos EUA julgará se Trump pode ser considerado inelegível
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bolsonaro diz que o Brasil elegeu um presidente que é “amante de ditaduras”; VEJA VÍDEO

Jair Bolsonaro, em um evento no Rio, expressou sua opinião sobre o atual presidente. Segundo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *