Web Statistics
Onda de ataque a ônibus atinge 17 cidades de MG | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Últimas / Onda de ataque a ônibus atinge 17 cidades de MG

Onda de ataque a ônibus atinge 17 cidades de MG

Na Grande Belo Horizonte, 3 ônibus foram incendiados em 24 horas

Uma onda de 24 ataques a ônibus atingiu 17 cidades em Minas Gerais desde domingo (3), segundo a Polícia Militar. Em menos de 24 horas, também houve ações contra uma delegacia, duas agências bancárias e um caixa eletrônico. Não houve feridos.

A PM informou que prendeu 30 suspeitos, sendo oito em flagrante, e apreendeu uma arma de fogo. Uma das hipóteses da investigação é ação de facções criminosas.

“Parece-nos que em parte houve orquestração de facção criminosa, mas não podemos determinar isso. É a investigação quem vai dizer. Circularam vários áudios na internet determinando uma possibilidade de ligações com facções criminosas”, disse o porta-voz da Polícia Militar, major Flávio Santiago.

Segundo o major, os ataques não foram especificamente direcionados a Minas Gerais e podem ter ligação com ações no Rio Grande do Norte
e São Paulo. A PM informou ainda que há um trabalho de inteligência coordenado para guiar a investigação e que haverá escolta de ônibus.

Na região metropolitana de Belo Horizonte foram três ônibus incendiados entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda-feira (4).

Nos três casos, os próprios motoristas e cobradores ou o dono do veículo apagaram as chamas e a polícia não localizou os suspeitos.

O primeiro ataque na capital mineira foi registrado às 22h39 do domingo. Segundo a PM, dois menores entraram em um ônibus que fazia seu itinerário na região de Venda Nova e mandaram que todos descessem antes de atear fogo ao veículo, que sofreu poucas avarias, pois o incêndio foi controlado pelo motorista.

De madrugada, às 4h53, houve novo ataque na região noroeste. O ônibus ainda iria começar sua primeira viagem, quando duas pessoas chegaram de moto, rendendo o motorista e fazendo disparos para o alto. O veículo foi incendiado e o próprio motorista controlou o fogo com extintor. O teto e a cadeira do cobrador ficaram danificados.

Em Santa Luzia (MG), na região metropolitana, o ataque foi à 0h55 e contra um ônibus privado, que atua com fretamentos. O veículo estava estacionado na rua em frente à casa do dono, que atuou para apagar o incêndio. O banco do motorista e parte do painel ficaram destruídos.

Os ataques também atingiram cidades no Triângulo Mineiro, do sul e do centro-oeste do estado: Itajubá, Brazópolis, Monte Santo de Minas, Lagoa da Prata, Passos, Guaxupé, Alfenas, Poços de Caldas, Uberaba, Uberlândia, Pouso Alegre, Cruzília, Varginha, Três Corações e Araxá.

Em Uberaba, homens encapuzados ordenaram que os passageiros descessem antes de colocar fogo em três ônibus.

Segundo o Corpo de Bombeiros, esse tipo de incêndio criminoso tem grande velocidade de propagação e pode atingir edificações próximas ou a fiação elétrica.

Em Alfenas, no sul de Minas, uma pessoa atirou um coquetel molotov em uma viatura estacionada. Segundo a PM, o homem havia sido preso no mesmo dia e realizou o ataque em retaliação.

Fonte: Folha de S. Paulo

O post Onda de ataque a ônibus atinge 17 cidades de MG apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Onda de ataque a ônibus atinge 17 cidades de MG
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

População carcerária quase dobrou em dez anos

Presos enfrentam superlotação e violação de direitos “Sou condenado à morte por doenças crônicas, que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *