Web Statistics
Na Rússia, brasileiro pede que menino repita frases ofensivas: ‘Eu sou um filho da p*’ | Gazeta de Rondônia

Página Inicial / Últimas / Na Rússia, brasileiro pede que menino repita frases ofensivas: ‘Eu sou um filho da p*’

Na Rússia, brasileiro pede que menino repita frases ofensivas: ‘Eu sou um filho da p*’

Em seu perfil do Twitter, o autor do vídeo, que o apagou depois de ter começado a repercutir negativamente, reclamou que outras pessoas salvaram as imagens para publicá-las nas redes sociais, sem demonstrar qualquer tipo de arrependimento

Mais um vídeo ofensivo feito por um brasileiro na Rússia vem movimentando as redes sociais. O autor das imagens apagou a publicação original, mas isso não impediu que internautas salvassem seu conteúdo e compartilhassem na web, visando criticar a atitude.

Assim como Diego Valença Jatobá, Eduardo Nunes, Luciano Gil Mendes Coelho e Felipe Wilson, o jovem Lucas Marcelo Andrade também está gerando revolta. Diferentemente dos compatriotas, porém, Lucas gravou um vídeo em que pede para um menino repetir frases de cunho ofensivo e inapropriado. O adolescente não fala português, mas obedece as sugestões do brasileiro e repete: “Eu sou um filho da p*”, “Eu sou viado” e “Eu dou para o Neymar”.

Em seu perfil do Twitter, o autor do vídeo, que o apagou depois de ter começado a repercutir negativamente, reclamou que outras pessoas salvaram as imagens para publicá-las nas redes sociais, sem demonstrar qualquer tipo de arrependimento.

Autor de vídeo ofensivo reclamou de internautas replicando as imagens Foto: Twitter/Reprodução

Depois de passar pela Rússia, durante a Copa do Mundo, o brasileiro publicou que estava de partida para a Noruega. Além de ter afirmado que achou a Rússia “sem sal”, ainda reclamou de fazer tantas viagens de avião.

Após passar pela Rússia, Lucas disse que estava tudo pronto para ir à Noruega Foto: Twitter/Reprodução

 

Antes de seguir viagem, internauta chamou a Rússia de ‘sem sal’ Foto: Twitter/Reprodução
Brasileiro pediu para menino repetir frases ofensivas em português mesmo sem entender o idioma Foto: Twitter/Reprodução

Procurado pelo EXTRA por meio de seus perfis em redes sociais, o jovem ainda não retornou as mensagens. Pelo Twitter, ele gravou um novo vídeo pedindo desculpas pela “brincadeira”.

“Meu nome é Lucas Maciel e estou gravando esse vídeo para pedir desculpas para o menino e toda a nação russa pela brincadeira que eu fiz, por ter gravado o vídeo com ele. Foi um vídeo infantil da minha parte, que eu achei que não foi certo e quero também esclarecer que esse tipo de brincadeira não faz parte da nossa nação brasileira, do Brasil, e que eu estou completamente arrependido de ter feito essa brincadeira. Peço mais uma vez desculpas para todo mundo, é isso”, diz Luca no vídeo.

Fonte: extra

 

O post Na Rússia, brasileiro pede que menino repita frases ofensivas: ‘Eu sou um filho da p*’ apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Na Rússia, brasileiro pede que menino repita frases ofensivas: ‘Eu sou um filho da p*’
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Último sobrevivente de tribo, índio vive solitário há 22 anos em floresta de RO

Índio de Terra Indígena Tanaru foi visto pela primeira vez por equipes da FPE Guaporé …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *