Web Statistics
Marido levou corpo da mulher para apartamento após queda do 4° andar no PR, diz delegado | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Últimas / Marido levou corpo da mulher para apartamento após queda do 4° andar no PR, diz delegado

Marido levou corpo da mulher para apartamento após queda do 4° andar no PR, diz delegado

Caso ocorreu na madrugada deste domingo (22), em Guarapuava. Marido é suspeito está preso preventivamente. Ele negou ter matado a esposa, segundo a polícia.

O delegado de São Miguel do Iguaçu, no oeste do Paraná, Francisco Sampaio, disse que o homem que recolheu o corpo da advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, e levou para o apartamento após ela cair do 4º andar de um prédio, é o marido dela – Luis Felipe Manvailer.

O caso ocorreu na madrugada deste domingo (22), em Guarapuava, e é tratado pela Polícia Civil como feminicídio. O corpo de Tatiane foi sepultado por volta das 10h desta segunda-feira (23) no Cemitério Municipal de Guarapuava.

O delegado disse ainda que após o ocorrido, “tudo leva a crer que o marido tentou fugir para o Paraguai”. Após sofrer um acidente na BR-277, em São Miguel do Iguaçu, a 340 quilômetros de Guarapuava, ele foi preso e negou ter matado a esposa.

“Ao dormir no volante e perder o controle, o carro parou entre as duas pistas que ligam São Miguel a Foz. Ao invés de pedir socorro para a concessionária, o que seria mais prático, o motorista saiu a pé em direção a Foz do Iguaçu. No meio do caminho, foi abordado pela Polícia Militar (PM) e encaminhado para a delegacia”, explicou o delegado.

Foto que consta no relatório da Polícia Civil mostra sangue na calçada do prédio (Foto: Divulgação/Polícia Civil )

A ocorrência da PM

De acordo com o relatório da PM, o caso foi atendido por volta das 3h, na Rua Senador Pinheiro Machado. Os agentes receberam a informação de que uma mulher “teria pulado ou sido jogada da sacada de um edifício, caindo na calçada”.

Ao chegar ao local, os policiais encontraram muito sangue na calçada e foram informados que um homem tinha carregado a vítima no colo para dentro do prédio, ainda conforme o boletim.

Policiais encontraram um par de botas na escadaria do prédio (Foto: Divulgação/Polícia Civil )

Em seguida, a equipe da PM relata que foi até um apartamento localizado no 4º andar, onde havia rastros de sangue.

A porta do apartamento foi arrombada e os policiais encontraram a advogada no chão, com muito sangue na região cabeça. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas ela já estava morta, segundo o boletim.

Investigação

A Polícia Civil disse que uma perícia no apartamento deve ser realizada em breve, mas até a publicação da reportagem não tinha informado uma data e horário.

O delegado Sampaio também relatou que Luis Felipe deverá ser transferido de São Miguel do Iguaçu, onde está preso preventivamente, para uma delegacia de Guarapuava.

O relatório de investigação preliminar da Polícia Civil detalha que, na escada de entrada do prédio, foi encontrado um par de botas femininas e que no segundo elevador havia um brinco no chão.

Um documento do Instituto Médico-Legal (IML) aponta a causa preliminar da morte como sendo queda, mas outros exames periciais ainda serão feitos para que essa informação inicial possa ser confirmada.

Discussão

O marido de Tatiane também disse em depoimento à polícia que houve uma discussão do casal em um bar e que eles foram para casa, onde, em um momento da briga, o marido contou que precisou imobilizá-la no sofá.

“Ele a impediu de sair do apartamento. E de acordo com ele, na sequência, ela pegou o rumo à sacada e haveria se atirado de repente”, detalhou o delegado.

No relatório, também consta que vizinhos acordaram com o barulho da vítima pedindo socorro e chorando. Os vizinhos disseram, segundo a polícia, que ao virar as costas para pegar o telefone e ligar para a polícia, escutaram um barulho e viram a mulher caída na calçada.

Sampaio informou que além feminicídio, o marido pode responder, também, pelo roubo do carro da mulher.

O veículo foi levado para o pátio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Terezinha de Itaipu.

O advogado de Manvailer, Claudio Dalledone Junior, informou que ainda está tomando conhecimento dos fatos ocorridos, que o cliente está sob cuidados médicos por causa do acidente e que vai se manifestar depois de ter mais informações sobre o caso.

Fonte: g1/pr

O post Marido levou corpo da mulher para apartamento após queda do 4° andar no PR, diz delegado apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Marido levou corpo da mulher para apartamento após queda do 4° andar no PR, diz delegado
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Bebê morre ao ser atropelado por tio na garagem de casa em Jaru

Tio não teria visto que criança estava atrás do veículo e engatou marcha à ré. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *