Web Statistics
‘Sua imagem é agressiva’, diz diretora de escola particular no DF a mãe com câncer | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Últimas / ‘Sua imagem é agressiva’, diz diretora de escola particular no DF a mãe com câncer

‘Sua imagem é agressiva’, diz diretora de escola particular no DF a mãe com câncer

Em nota, Colégio Notre Dame informou que funcionária foi afastada do cargo. Mulher ainda sugeriu que vítima usasse chapéu e perucas.

A diretora de uma escola particular de Brasília foi afastada do cargo, nesta semana, após sugerir à mãe de uma criança da instituição – que luta contra o câncer há 4 anos – o uso de perucas e chapéu. Segundo a gestora, a imagem da mulher seria “agressiva”.

O “conselho” foi dado por Loiva Urban – irmã de caridade e, então, responsável pelo Colégio Notre Dame – na última segunda-feira (30), e causou revolta na família de Carol Venâncio. Em entrevista ao G1, a irmã da vítima, Camila Venâncio, disse que foi à instituição assim que ficou sabendo do caso.

“A Carol estava chorando e me contou o que aconteceu. Na escola, a diretora ainda foi além e falou: ‘sejamos realistas, a imagem dela é assustadora’.”

Indignada com a situação, Camila decidiu fazer um desabafo nas redes sociais. A publicação ganhou repercussão. Até as 17h30 desta quinta-feira (2), a postagem já tinha alcançado 2 mil curtidas e 635 compartilhamentos.

Diretora de escola particular de Brasília diz a uma mãe com câncer: ‘sua imagem é agressiva’; irmã da vítima denunciou caso nas redes sociais (Foto: Facebook/Reprodução)

No texto, a gerente destaca a força da irmã e descreve o episódio envolvendo a instituição. “Carol Venâncio Duarte, você é meu exemplo de força e coragem, sua luz e bondade não serão abaladas por esse ser humano pequeno, que se diz uma irmã de Deus. Estou do seu lado, e vamos enfrentar mais essa”, escreveu Camila.

Em nota enviada à reportagem, a rede de ensino afirmou que a Congregação de Nossa Senhora tomou conhecimento do caso pelas redes sociais e “imediatamente” afastou a irmã Loiva Urban da direção do Colégio Notre Dame Brasília. Segundo a instituição, o ocorrido tem sido tratado pelas assessorias jurídicas dos envolvidos.

“A irmã Loiva desde então ficou à disposição do Conselho Provincial e da superiora provincial, a quem responde pela profissão dos votos religiosos na Congregação de Nossa Senhora”, diz o comunicado.

Sequência de ofensas
De acordo com Camila, a sobrinha dela, de 11 anos, começou a sofrer bullying no colégio – onde estuda há nove anos. A situação teria começado após Carol ter perdido os cabelos com o tratamento de quimioterapia, feito a cada duas semanas.

“Algumas crianças se afastaram dela, dizendo que têm “nojo” devido à doença da minha irmã. Isso trouxe muito sofrimento a todos nós”, relatou Camila no Facebook.

A mãe chegou a ir ao colégio sem lenços ou perucas, no primeiro semestre. Ainda antes das férias escolares, Carol procurou a coordenação da escola para pedir providências em relação ao bullying contra a filha. Ela teria, inclusive, sugerido fazer uma palestra no local para orientar as crianças.

Com a volta das aulas na última segunda (30), a pedido da filha, Carol foi à instituição com uma peruca e um chapéu. Foi então que, segundo ela, a diretora fez os comentários preconceituosos – elogiando os acessórios, e criticando o visual anterior.

Ao ouvir as ofensas, Carol contou à irmã que teve uma única reação: pedir que a filha se afastasse para não presenciar a cena. Ao confrontar a direção do colégio onde a sobrinha estuda, Camila ainda conseguiu retrucar, mas diz que também acabou deixando o local.

“Respondi que ela era assustadora. Que assustadores eram o preconceito e o ódio daquela senhora. A gente esperava que ela tivesse compaixão e nos acolhesse.”

As irmãs Carol e Camila Venâncio (Foto: Camila Venâncio/Arquivo pessoal )

“Minha irmã já luta contra o câncer há um tempo. Ela nunca se vitimou por causa da doença. É a mulher mais forte e incrível que eu conheço. Ela quer muito viver e viver com muita alegria.”

Diante do ocorrido, uma outra escola particular de Brasília ofereceu uma bolsa de estudos à filha de Carol. Além disso, um grupo de mães da nova escola se mobilizou em apoio à família, arrecadando uniforme e livros.

Fonte: g1

O post ‘Sua imagem é agressiva’, diz diretora de escola particular no DF a mãe com câncer apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:‘Sua imagem é agressiva’, diz diretora de escola particular no DF a mãe com câncer
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Eleito pelo NOVO pregando “fim dos privilégios”, Zema faz 1 viagem aérea a cada 5 dias no governo de MG

O hoje governador Romeu Zema (Novo), de Minas Gerais, fez campanha eleitoral criticando duramente o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *