Página Inicial / Últimas / Em ‘vitória’ a Bolsonaro, STF suspende marco temporal das terras indígenas

Em ‘vitória’ a Bolsonaro, STF suspende marco temporal das terras indígenas

Presidente, que é a favorável à tese, tem declarado que se Supremo decidisse contra, poderia não cumprir determinação

O presidente do STF Luiz Fux decidiu nesta quinta suspender o julgamento da tese do marco temporal da demarcação de terras indígenas.

De acordo com a Corte, o ministro retirou de pauta a análise do tema — prevista para 23 de junho — por “consenso” entre os magistrados. Ainda não há previsão de nova data.

A decisão acaba favorecendo o discurso do presidente Jair Bolsonaro (PL), que tem se posicionado firmemente a favor do marco temporal — e contra a demarcação de terras. Em mais de uma ocasião, ele chegou a declarar que, a depender do resultado, não cumpriria a determinação do Supremo.

“Se ele [o relator, ministro Edson Fachin] conseguir vitória disso, me resta duas coisas: entregar as chaves para o Supremo, ou falar que não vou cumprir”, disse Bolsonaro no final de abril.

“Não tenho alternativa. Queremos que os poderes do Brasil olhem para o Brasil, e não para o poder. Se quiserem disputar a Presidência, tá aí. Tem vários partidos abertos oferecendo vagas. Quem sabe essa pessoa é a terceira via”, ameaçou na ocasião.

Atualmente, o que está sendo julgado pelo STF é o processo de repercussão geral sobre a demarcação de terras indígenas.

Pelo critério do marco temporal, os povos originários apenas podem reivindicar terras que já eram ocupadas por eles antes de 1988, quando da promulgação da Constituição. Em dezembro do ano passado, o relator da ação, ministro Edson Fachin, votou contra a tese, reafirmando o “caráter originário” dos direitos constitucionais indígenas.

Para defensores da causa indígena, há o receio de que demarcações feitas após a data sejam revogadas caso o Supremo valide a tese do marco.

Por outro lado, ruralistas defendem que haverá risco de desapropriações de terra caso o marco temporal não seja aprovado, e argumentam que é preciso “segurança jurídica”.

The post Em ‘vitória’ a Bolsonaro, STF suspende marco temporal das terras indígenas appeared first on Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Em ‘vitória’ a Bolsonaro, STF suspende marco temporal das terras indígenas
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Justiça determina que Maluf pague multa de R$ 2,87 milhões por improbidade 

Nesta segunda-feira (04), a Justiça de São Paulo determinou que ex-prefeito Paulo Maluf pague uma multa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *