Página Inicial / Últimas / Surtou: Maduro, agora, reclama até da esquerda: “covarde”

Surtou: Maduro, agora, reclama até da esquerda: “covarde”

foto: Reprodução Instagram

A tensão aumentou entre a Colômbia e a Venezuela, depois que o governo de Gustavo Petro manifestou sua preocupação com a situação política na Venezuela, onde o regime impediu a candidata da oposição, María Corina Machado, de apresentar a sua candidatura às eleições presidenciais ou, na sua falta, permitir o registro de sua substituta, Corina Yoris.

Após a comunicação, Nicolás Maduro referiu-se aos governos de esquerda que, segundo ele, não condenaram um alegado plano terrorista contra ele:

Os governos de direita calam-se, a esquerda covarde cala-se, não são capazes de condenar os golpes contra a revolução. Eles permanecem em silêncio de forma cúmplice”, disse Maduro.

O presidente Gustavo Petro respondeu imediatamente em sua conta no X: “Não existe esquerda covarde, existe a probabilidade de, através do aprofundamento da democracia, mudar o mundo. A magia de Chávez foi propor democracia e mudança no mundo. A revolução de hoje é: transformar o mundo através do aprofundamento da democracia”, escreveu ele

Por meio de comunicado assinado pelo atual chanceler colombiano, Luis Gilberto Murillo, o governo de Gustavo Petro garantiu que as decisões do regime poderiam “afetar a confiança de alguns setores da comunidade internacional na transparência e competitividade do processo.” eleitoral”.

Além disso, o comunicado da chancelaria colombiana reiterou “a necessidade de um processo eleitoral presidencial livre, justo e competitivo na Venezuela, onde a participação cidadã seja promovida através do voto como mecanismo de expressão democrática”.

Onde está a OEA?

O ex-presidente da Colômbia, Iván Duque, também comentou sobre o caminho difícil que a oposição venezuelana tomou face aos movimentos desafiadores e antidemocráticos do regime de Nicolás Maduro.

O regime de Maduro bloqueou a possibilidade de María Corina Machado poder registrar alguém em quem confiasse, tal como tinha proposto à acadêmica Corina Yoris.

Iván Duque, que rejeitou o ataque de Maduro contra a oposicionista María Corina Machado, disse que é imperativo proteger a líder da oposição.

Não tenho dúvidas de que o que está por vir agora é a perseguição contra ela, que pode ser que a capturem como fizeram com sua equipe de campanha ou que o Sebin esteja planejando um ataque contra ela”, disse ele.

Segundo o ex-presidente da Colômia, a comunidade internacional não teve a firmeza que o caso merece. Ele criticou especificamente a Organização dos Estados Americanos.

Onde está a OEA? Onde está a voz da OEA, que até dois ou três anos atrás era forte e firme? E agora parece complacente, melíflua e melosa”, disse ele.

Iván Duque reafirmou seu empenho na defesa de um modelo democrático na Venezuela:

Estamos sempre comprometidos com o retorno da democracia na Venezuela, esse pequeno modelo de socialismo do século 21, dos chamados progressistas, que são “pobres” porque empobreceram seus países, é um modelo fracassado e nunca desistiremos de enfrentar com argumentos, em plena luz do sol, essa desgraça, essa ilegitimidade de tentar transformar a democracia em ditadura“, declarou.

Brasil

O Itamaraty também fez uma nota tímida fingindo preocupação com o impedimento da principal candidatura da oposição venezuelana ao fim do processo de inscrição de candidatos nesta terça, 26 de março.

O ministro das Relações Exteriores venezuelano, Yvan Gil. publicou uma nota acusando o comunicado do Itamaraty de ser “cinzento e intervencionista”.

O Antagonista

O post Surtou: Maduro, agora, reclama até da esquerda: “covarde” apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Surtou: Maduro, agora, reclama até da esquerda: “covarde”
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Avança no Congresso projeto que tira sigilo dos dados de pedófilos

Marcello Casal/Agência Brasil) Projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *