Página Inicial / Últimas / Vereador foi condenado a pagar R$ 2.500 por perturbar uma baleia em caso semelhante ao de Bolsonaro

Vereador foi condenado a pagar R$ 2.500 por perturbar uma baleia em caso semelhante ao de Bolsonaro

foto: IBJ

A acusação que o ex-presidente Jair Bolsonaro enfrenta por supostamente importunar uma baleia traz à tona o debate sobre a proteção dos animais marinhos e as penalidades para aqueles que violam as diretrizes estabelecidas para sua observação. Recentemente, um caso similar envolvendo o vereador Wagner Teixeira de São Sebastião, São Paulo, ressaltou a seriedade com que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) está tratando tais infrações.

O vereador Teixeira, afiliado ao partido Avante, foi multado em R$ 2,5 mil depois de postar um vídeo em sua conta de rede social, no qual se aproximava de uma baleia no feriado de Corpus Christi, em 12 de junho do ano passado. O Ibama identificou essa ação como uma violação às regras de observação de baleias, especificamente enquadrada como “molestar de forma intencional uma baleia” – uma espécie de cetáceo – em águas jurisdicionais brasileiras.

Esta multa está embasada no decreto federal nº 6.514, de 2008, que delimita as infrações administrativas contra o meio ambiente. Dentre essas infrações, está o ato de “molestar de forma intencional qualquer espécie de cetáceo”. Este decreto visa proteger tais espécies, que estão frequentemente em risco devido a atividades humanas.

No caso de Bolsonaro o MPF deve oferecer denúncia ou não, o ex-presidente nega que tenha perturbado a baleia e se diz inocente.

O post Vereador foi condenado a pagar R$ 2.500 por perturbar uma baleia em caso semelhante ao de Bolsonaro apareceu primeiro em Terra Brasil Notícias.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Vereador foi condenado a pagar R$ 2.500 por perturbar uma baleia em caso semelhante ao de Bolsonaro
FONTE: Terra Brasil

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Avança no Congresso projeto que tira sigilo dos dados de pedófilos

Marcello Casal/Agência Brasil) Projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *