Web Statistics
Prefeito de cidade chilena não entrega prêmio a atriz trans vencedora do Oscar, “Se temos a identidade de um homem, não podemos entregá-lo a uma mulher” | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Prefeito de cidade chilena não entrega prêmio a atriz trans vencedora do Oscar, “Se temos a identidade de um homem, não podemos entregá-lo a uma mulher”

Prefeito de cidade chilena não entrega prêmio a atriz trans vencedora do Oscar, “Se temos a identidade de um homem, não podemos entregá-lo a uma mulher”

No filme Uma Mulher Fantástica, Daniela interpreta a transexual Marina, que precisa encarar a conservadora sociedade chilena

A atriz transexual chilena Daniela Vega, estrela de Uma Mulher Fantástica, ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro no último domingo, não pode receber o prêmio de cidadã ilustre da sua cidade natal. O prefeito de Ñuñoa, um distrito de Santiago, disse que não poderia entregar o título porque nos documentos da atriz constam seu nome de nascimento, masculino.

“A quem estaremos entregando o prêmio? Se temos a identidade de um homem, não podemos entregá-lo a uma mulher”, disse o prefeito Andrés Zarhi, diante das câmeras de televisão, na última terça-feira, para quando estava marcada a cerimônia para agraciar Daniela. A atriz foi a primeira transexual a figurar entre o time de apresentadores do Oscar.

No mesmo dia previsto para a premiação em Ñuñoa, Daniela foi recebida pela presidente do Chile, Michelle Bachelet. Na saída do encontro, Daniela criticou a legislação do país, que não permite a mudança de nome no documento. “Na minha identidade tem um nome que não é meu, porque o país onde nasci não me dá a possibilidade (de mudar o nome nos documentos). O tempo vai passando e estamos esperando”.

Em 2013, Bachelet enviou ao Congresso chileno um projeto de lei de identidade de gênero, que permite a mudança do nome no documento. Mas ainda falta a aprovação do Senado. Após o encontro com Daniela, Bachelet pediu urgência para a apreciação da medida. A presidente chilena passará o comando do país a seu opositor Sebastián Piñera no próximo domingo.

No filme Uma Mulher Fantástica, Daniela interpreta a transexual Marina, que precisa encarar a conservadora sociedade chilena. Após a morte de seu companheiro, que deixou a família tradicional para ficar com ela, Marina é apontada como suspeita e proibida de ir ao funeral. A atriz de 28 anos assumiu que é trans na adolescência.

Daniela Vega no Festival de Berlim
Direito de imagemGETTY IMAGES Filme estrelado por Daniela Vega já havia ganhado o Urso de Prata no Festival de Berlim de 2017 por seu roteiro

Prêmio cancelado

O Conselho Municipal de Ñuñoa tinha preparado a cerimônia de entrega do título para Daniela na segunda-feira, um dia após o Oscar, gerando expectativa entre os moradores locais, segundo a imprensa chilena. Mas no dia seguinte, o prefeito, que tinha lançado a ideia, voltou atrás.

Para compensar, a municipalidade criou outro prêmio para a atriz, chamado “Premio Comunal a las Artes” (prêmio municipal às artes).

Nas redes sociais, a decisão do prefeito gerou polêmicas. “Uma pena. No fim, o prefeito não propôs o nome de Daniela Vega para cidadã ilustre”, escreveu a usuária Patricia Hidalgo.

Embaixadora trans

Nas redes sociais, Bachelet disse que o filme Uma Mulher Fantástica “estimulou o debate sobre avanços sociais que o Chile precisa”. Para o diretor do filme, Sebastián Lelio, Daniela Vega passou a ser “uma embaixadora (deste tema)”.

O produtor executivo da TVN (Televisão Nacional de Chile), Rony Goldschmied, disse à BBC Brasil que o filme contribui para o debate sobre gênero no Chile. “Nossa audiência foi fortíssima no dia da entrega do Oscar. Mesmo aqueles que são contra a questão de gênero torceram e aplaudiram o filme. O debate (sobre identidade de gênero) acabou ganhando força através da arte”, disse.

A atriz, por sua vez, afirmou ainda que as pessoas trans sempre existiram – “desde o primeiro dia da humanidade” – e que o filme questiona o amor e suas barreiras.

Em sua conta no Twitter, Daniela rebateu um elogio da Universidade Católica do Chile, que lembrou que seu primeiro filme foi feito por ex-alunos da instituição de ensino: “Em vez de me darem os parabéns, abram a universidade à diversidade. Quantos alunos trans estudam aí?”.

BBC

O post Prefeito de cidade chilena não entrega prêmio a atriz trans vencedora do Oscar, “Se temos a identidade de um homem, não podemos entregá-lo a uma mulher” apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Prefeito de cidade chilena não entrega prêmio a atriz trans vencedora do Oscar, “Se temos a identidade de um homem, não podemos entregá-lo a uma mulher”
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Audiência do sítio de Atibaia é suspensa por greve dos caminhoneiros

Segundo Sérgio Moro, há depoimentos marcados para segunda (28), pela manhã e à tarde, mas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *