Web Statistics
Meirelles se filia ao MDB, partido do presidente Michel Temer | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Meirelles se filia ao MDB, partido do presidente Michel Temer

Meirelles se filia ao MDB, partido do presidente Michel Temer

Meirelles trocou o PSD pelo MDB abrindo caminho para pré-candidatura à Presidência da República. Ele deve deixar o ministério até o fim da semana para concorrer nas eleições de outubro

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles assinou nesta terça-feira (3) a ficha de filiação ao MDB. O presidente Michel Temer, parlamentares e lideranças do partido participaram do ato de filiação do ministro, que aconteceu na sede do MDB em Brasília.

O deputado federal Beto Mansur (SP), um dos vice-líderes do governo na Câmara, também migrou para o MDB. O parlamentar estava no PRB. O ato ainda teve a filiação ao MDB da deputada federal Maria Helena, que deixa o PSB.

Meirelles assinou a ficha, que logo depois foi abonada por Temer, pelo senador Romero Jucá (RR), presidente da legenda, e pelo deputado Baleia Rossi (SP). Durante o ato, tocou um jingle que dizia “M de Michel, M de Meirelles, M de MDB”. O evento também teve banners com uma foto de Temer e Meirelles com a inscrição “nossa união nos fortalece”.

Ao trocar o PSD pelo MDB, Meirelles prepara sua pré-candidatura à Presidência da República. No entanto, ele tem a concorrência interna de Temer, que já admitiu publicamente a possibilidade de tentar a reeleição – veja quem já se declarou pré-candidato à Presidência.

Nos bastidores, é especulada uma possível chapa nas eleições de outubro tendo Meirelles como vice de Temer. O governo inclusive já discute o nome do substituto do ministro na Fazenda.

Com a pretensão política, Meirelles deve deixar até o final da semana a pasta da Fazenda, que assumiu em maio de 2016, em meio ao processo de impeachment que cassou a então presidente Dilma Rousseff e levou Temer ao Palácio do Planalto.

A lei prevê que ministros interessados em se candidatar precisam deixar os cargos seis meses antes da eleição, prazo que em 2018 termina no próximo sábado (7).

As primeiras mudanças na Esplanada já ocorreram. Na segunda (2), Ricardo Barros (PP-PR) e Maurício Quintella (PR-AL) retornaram aos mandatos de deputado federal, deixando os ministérios da Saúde e dos Transportes. Gilberto Occhi e Valter Casimiro Silveira assumiram as duas pastas, respectivamente.

Outra mudança ocorrerá no Ministério do Planejamento, com a saída de Dyogo Oliveira, que vai para o BNDES. Temer confirmou no domingo (1º) que o secretário-executivo Esteves Pedro Colnago Junior será o novo ministro.

Perfil
Ministro da Fazenda no governo de Michel Temer, o goiano Henrique Meirelles comandou o Banco Central nos dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2003 e 2010.

Em 2002, Meirelles foi eleito deputado federal pelo PSDB, mas desistiu da cadeira para assumir o BC. Antes, ele fez carreira no mercado financeiro, tendo sido presidente mundial do BankBoston.

Meirelles ainda atuou como presidente do conselho da J&F, empresa dos irmãos Joesley e Wesley Batista.

Fonte: g1

O post Meirelles se filia ao MDB, partido do presidente Michel Temer apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Meirelles se filia ao MDB, partido do presidente Michel Temer
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Anvisa dá passo rumo à regulamentação da maconha

O assunto ganhou força em novembro de 2017 e, agora, pesquisadores pretendem pressionar com um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *