Web Statistics
Barroso pede vista em julgamento sobre bloqueio de bens de Aécio | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Barroso pede vista em julgamento sobre bloqueio de bens de Aécio

Barroso pede vista em julgamento sobre bloqueio de bens de Aécio

O senador e sua irmã são réus na Operação Lava Jato. Parlamentar também é acusado de obstruir investigações

Seis meses após recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR), a 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou e, em seguida, interrompeu o julgamento de um pedido de bloqueio de bens (arresto) do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e de Andrea Neves, irmã do tucano, no valor de R$ 5,686 milhões. Um pedido de vista do ministro Luís Roberto Barroso suspendeu a análise do caso, após o ministro relator, Marco Aurélio Mello, que já havia rejeitado o primeiro pedido, votar novamente em sentido contrário.

Apresentado em dezembro de 2017 em segredo de Justiça, o recurso da PGR é relacionado ao processo no qual os irmãos Neves são réus e tem o objetivo de garantir os recursos para a reparação de “dano moral coletivo” pela prática de corrupção passiva, bem como o pagamento de multa.

Essas sanções são pedidas pela PGR para aplicação aos dois no fim da ação penal à qual Aécio e Andréa respondem por supostamente terem solicitado e recebido R$ 2 milhões em propina pagos por Joesley Batista, do Grupo J&F. O senador também é acusado de tentar obstruir investigações da Operação Lava Jato.

Embora a PGR não tenha falado no julgamento na 1ª Turma, os valores informados por ela em dezembro, quando apresentou o recurso, são de R$ 4 milhões a serem divididos por Andrea Neves e Aécio Neves, mais uma multa de R$ 1,686 milhão para cada um – totalizando cerca de R$ 7,4 milhões. No julgamento, no entanto, o ministro Marco Aurélio e os advogados falaram que o valor total seria de R$ 5,686 milhões. A PGR não confirmou os valores.

“O órgão acusador recuou daquele montante de R$ 7 milhões para R$ 5 milhões e qualquer coisa. O quadro não se altera. Inexistem indicativo de Aécio Neves e Andrea Neves estarem praticando atos destinados a obstar o ressarcimento”, disse o relator Marco Aurélio.

Em seguida ao voto do relator, Barroso pediu vista, sem tecer maiores comentários. Defensor de Andréa Neves, o advogado Marcelo Leonardo questionou porque os outros réus do processo não foram alvo do pedido, e afirmou: como não há suspeita de envolvimento de recursos públicos no caso, não haveria razão para aplicação de multa.

Defesa
O advogado Alberto Zacharias Toron, defensor do senador Aécio Neves, afirmou não haver uma consequência automática para arresto de bens de acusados quando eles se tornam réus e disse não caber ao Ministério Público Federal (MPF) esse pedido, e sim à Advocacia-Geral da União (AGU). Ainda segundo ele, o valor pedido foi fixado “aleatoriamente” e de maneira “arbitrária”.

“Daí se esperar com absoluta tranquilidade a confirmação da decisão agravada, nada mais faz do que entender não haver necessidade, pois não há evidência do acusado estar dissipando bens”, disse o advogado de Aécio.

Fonte: metropoles

O post Barroso pede vista em julgamento sobre bloqueio de bens de Aécio apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Barroso pede vista em julgamento sobre bloqueio de bens de Aécio
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *